Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa: nos momentos de sofrimento, confiar no sol que vem depois da escuridão

Pope Francis – General audience in Saint Peter’s Square – pt

© MASSIMILIANO MIGLIORATO/CPP

News.va - publicado em 30/05/14

"Devemos dizer a verdade: não toda a vida cristã é uma festa. Não toda ela! Choramos..., tantas vezes se chora"

O Papa Francisco pediu hoje que os cristãos mantenham sempre a confiança no Senhor, mesmo nos momentos de sofrimento, sabendo que a alegria cristã não está livre de provações durante a vida.

Em sua homilia na Casa Santa Marta, o Papa afirmou que São Paulo “era muito corajoso”, “porque ele tinha a força no Senhor”. Mas vezes até mesmo Paulo tinha medo. “Isso acontece com todos nós na vida, ter um pouco de medo”. E se faz a pergunta se “não seria melhor abaixar um pouco o nível e ser um pouco não tanto cristão e buscar um compromisso com o mundo”.

"Devemos dizer a verdade: não toda a vida cristã é uma festa. Não toda ela! Choramos…, tantas vezes se chora. Quando você está doente; quando tem um problema em família com o filho, com a filha, a esposa, o marido; quando você vê que o salário não chega ao final do mês e você tem um filho doente; quando você vê que não pode pagar a hipoteca da casa e deve deixar a casa… Tantos problemas, tantos que nós temos. Mas Jesus nos diz: ‘Não tenham medo!’. ‘Sim, você vai ficar triste, vai chorar e até mesmo as pessoas se alegrarão com isso, as pessoas que estão contra você’."

“Mas também há outra tristeza: a tristeza que nos vem quando enveredamos por um caminho que não é bom”. Quando “compramos a alegria, aquela do mundo, a do pecado, e por fim há um vazio dentro de nós”. Uma tristeza que é alegria ruim. Ao invés, o cristão é “alegre em esperança”.

"Mas, no momento da dificuldade, nós não a vemos. É uma alegria que é purificada pelas provações, inclusive de todos os dias. A tristeza se transformará em alegria. Mas é difícil quando visitamos um doente, que tanto sofre, dizer: ‘Coragem! Coragem! Amanhã haverá alegria!’. Não se pode dizer isso! Devemos fazê-lo sentir como fez Jesus. Também nós, quando estamos na escuridão, que não vemos nada: ‘Eu sei, Senhor, que esta tristeza se transformará em alegria. Não sei como, mas eu sei!’. Um ato de fé no Senhor. Um ato de fé!"

Para entender a tristeza que se transforma em alegria, disse ainda o Papa, Jesus cita como exemplo a mulher que dá à luz: “É verdade, no parto a mulher sofre tanto, mas depois, quando está com a criança, se esquece”. O que permanece, portanto, é “a alegria de Jesus, uma alegria purificada”. Uma alegria “escondida em alguns momentos da vida, que não se sente nos momentos ruins, mas que vem depois: uma alegria em esperança”. Portanto, esta é a “mensagem da Igreja de hoje: não ter medo!”.

"Ser corajoso no sofrimento e pensar que depois vem o Senhor, a alegria, chega o sol depois da escuridão. Que o Senhor dê a todos nós esta alegria em esperança. E o sinal de que nós temos esta alegria em esperança é a paz. Quantos doentes, que estão no fim da vida, com as dores, têm aquela paz na alma … Esta é a semente da alegria, esta é a alegria em esperança, a paz. Se você tem paz, então tem a semente da alegria que virá depois. Que o Senhor nos faça entender essas coisas."

(Rádio Vaticano)

Tags:
HomiliasPapa FranciscoSofrimento
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia