Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconEstilo de vida
line break icon

O menino que converteu centenas de pessoas com sua doença

© DR

SIAME - publicado em 29/08/14

Redes de oração às quais muitas pessoas se uniram para rezar mais de 23 mil Ave-Marias pela saúde do pequeno Mateus

Mateus ainda não havia completado seus 3 anos de idade quando foi surpreendido pela vida. Seus pais, Malena Canales e Armando Vázquez, nunca imaginaram a batalha que enfrentariam logo depois que, no último dia 18 de janeiro, enquanto brincavam em um parque, o menino lhes disse: "Estou com dor de barriga, vou vomitar".

Este mal-estar, ao parecer tão simples (sobretudo em um menino saudável), poucos dias depois se tornou um diagnóstico devastador: hepatoblastoma, um câncer que havia se apoderado praticamente de todo o seu fígado, com risco de propagar-se aos pulmões, razão pela qual a vida de Mateus estava por um fio.

A notícia afetou gravemente o casal; seu único filho tinha câncer, podia morrer, mas era preciso fazer alguma coisa. "Nós não éramos muito apegados à religião, mas, quando nos confirmaram o diagnóstico, decidimos nos colocar nas mãos de Deus e da Santíssima Virgem; pedimos que nos ajudassem a sair dessa, que nos acompanhassem no caminho e nos permitissem ter Mateus por muitos anos", relatou Malena.

Unidos a Deus e a Maria, encontraram a força para enfrentar os seis meses que duraram a difícil batalha para vencer o câncer de Mateus, o que hoje é uma feliz realidade.

Com lágrimas nos olhos, Malena compartilha alguns dos momentos mais difíceis, dos inúmeros exames clínicos aos que o menino foi submetido até as 6 sessões de quimioterapia que recebeu para diminuir o tumor, cujos efeitos quase lhe custaram a vida.

Mas isso era só o começo, porque, ainda que o tamanho do tumor tenha diminuído, Mateus precisava de um transplante de fígado, motivo pelo qual, no começo de julho, foi submetido a uma cirurgia para receber um pedacinho de fígado saudável doado pelo seu próprio pai.

A operação, da qual participaram 27 médicos, durou 15 horas, com alto risco de morte para Mateus e seu pai. "Eu rezei muito. Meu esposo, graças a Deus, saiu bem, mas Mateus ficou na sala de operação. Quando saiu, levaram-no à UTI, conectado a mais de 12 tubos, pálido, frio, com uma hemorragia muito forte e a advertência de que poderia morrer naquela noite. Eu senti que já não podia mais. Naquele momento, eu disse ao Senhor: ‘Sustenta-me! E, se o meu filho sair dessa, será para a tua glória!’".

Malena reconheceu que houve momentos de dúvida: "Às vezes, quando alguém me dizia ‘Que seja feita a vontade de Deus‘, eu sentia isso como um insulto, porque nos custava muito compreender que a vontade de Deus é boa, que nunca faz nada para nos machucar e que, ainda que Ele nos leve até o fundo do poço, pouco a pouco vai nos tirando de lá. Então, dizíamos: ‘Perdoa-nos por fraquejar’".

Mateus e seus pais nunca estiveram sozinhos: "O amor de Deus se manifestou no rosto da família e dos amigos, e até em pessoas que não conhecemos", explicou Malena, ao referir-se às várias correntes de oração, de 72 horas contínuas, às quais muitas pessoas se uniram para rezar por 15 minutos, e às mais de 23 mil Ave-Marias oferecidas pela saúde de Mateus.

"Recebemos e-mails de pessoas do mundo inteiro, contando-nos como a história de Mateus mudou suas vidas, agradecendo o meu filho por tê-las ajudado a saber que Deus existe; pessoas que nos diz: ‘Eu não sabia rezar o terço e agora faço isso diariamente por Mateus’", acrescentou.

"Porque Deus nos ama"

Esta é a resposta contundente que Malena e Armando têm para a pergunta: "Por que isso aconteceu conosco?", que tantas vezes fizeram ao longo do processo. "Hoje, temos claro que Deus nos ama tanto, que permitiu que tudo isso acontecesse para salvar-nos como família, porque nosso casamento estava um pouco desgastado, e agora somos muito mais unidos, oramos juntos, temos um plano de vida, percebemos como era fraca a nossa prática da religião."

  • 1
  • 2
Tags:
DeusOraçãoSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia