Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconEstilo de vida
line break icon

O dia em que o Papa apanhou

©LaMachi

Mensaje de Papa Francisco en ocasión del partido interreligioso y la ceremonia de plantación de un olivo por la paz 

ACI Digital - publicado em 03/07/15

Papa Francisco narra a "divertida" experiência de ter levado umas palmadas da sua mãe e aproveita para fazer uma profunda reflexão

O Papa Francisco respondeu às diversas críticas que recebeu há alguns dias por referir-se ao castigo das crianças no processo educativo e assinalou a contradição que se vive em países que proíbem toda forma de castigo às crianças, mas permitem o aborto.

Em sua última entrevista concedida a um jornal argentino, o Santo Padre declarou: "É verdade, hoje em dia as maneiras de castigar as crianças mudaram, pois são mais sensíveis. Naquela época davam dois ‘tapas na cara’ e pronto. Sempre digo: ‘Nunca dê um ‘tapa na cara’ de uma criança porque o rosto é sagrado, mas duas ou três palmadinhas no ‘bumbum’ não faz mal’. Mencionei isso numa audiência uma vez e alguns países me criticaram. São países que têm rigorosas leis de proteção aos menores… O Papa não pode dizer isso”.

“Mas curiosamente esses países, que até punem o pai ou a mãe que dá umas ‘palmadas’ no menor, possuem leis que permitem matar as crianças antes do seu nascimento. Essas são as contradições que vivemos atualmente".

O Papa Francisco fez estas afirmações fazendo referência a um episódio no qual recebeu uma importante lição de sua mãe quando era criança. “Eu era pré-adolescente, tinha 10 ou 11 anos, eu disse um palavrão e quando saímos ao recreio e a professora me disse: ‘Isso não se faz, chamarei a sua mãe amanhã ao colégio’”.

“Minha mãe foi ao colégio no dia seguinte, conversaram entre elas e depois me chamaram. Minha mãe diante da professora me explicou com muita delicadeza que o que eu tinha feito era algo mau, que não deveria ter feito isso pois seu trabalho é ensinar-me, então me disse para pedir perdão à professora. Eu lhe pedi desculpas, me deu um beijo e voltei para a sala de aula. Depois fiquei contente porque pensei: ‘a história terminou bem’. “Mas isso era somente o primeiro capítulo! Quando voltei para minha casa, começou o segundo capítulo… E então vocês podem imaginar o que aconteceu”, brincou o Santo Padre.

Tags:
FilhosPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia