Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Isto significa ser homem: proteger as crianças, sejam suas, sejam dos outros”

© Quinn Dombrowski
Compartilhar

Arcebispo da Filadélfia arremete contra o comércio de fetos praticado pela indústria do aborto

"O assassinato deliberado de uma vida inocente é um ato essencialmente mau", declarou o arcebispo da Filadélfia, dom Charles Chaput, em referência ao escândalo envolvendo a Planned Parenthood, maior rede de clínicas de aborto dos Estados Unidos. A organização vinha negociando clandestinamente partes do corpo de fetos abortados em suas clínicas.

SAIBA MAIS:

Diretora da Planned Parenthood é flagrada em vídeo vendendo órgãos e tecidos de fetos abortados

Negociando fetos na hora do almoço: que tipo de estômago têm um abortista?

Fetos usados na indústria de cosméticos e até de alimentos

 
O arcebispo norte-americano qualificou o tráfico perpetrado pela Planned Parenthod de "nojento, horrível e bárbaro".

Citando carta pastoral "Viver o Evangelho da Vida", publicada pela Conferência Episcopal dos Estados Unidos em 1998, dom Charles enfatizou passagens como as seguintes:



"Não proteger ou não defender a vida nas suas etapas mais vulneráveis faz com que qualquer outro apelo à justiça para com os pobres e marginalizados se torne um apelo suspeito".

"Todo ataque direto contra a vida humana inocente, a exemplo do aborto e da eutanásia, é uma violação direta e imediata ao mais fundamental de todos os direitos humanos: o direito à vida".


Dom Charles também citou uma frase de
Ruben Navarrete, famoso defensor do aborto que passou a defender a vida depois de se casar:


"Trata-se de crianças assassinadas. Milhões de crianças. E nós temos que protegê-las. É isto o que um homem faz: proteger as crianças, sejam suas, sejam dos outros. Isto significa ser homem".