Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconEstilo de vida
line break icon

4 conselhos práticos para perdoar

Radiowire-CC

Steven Neira - publicado em 29/09/15

Para tornar o coração mais livre

Há alguns dias, encontrei uma antiga amiga e, conversa vai, conversa vem, e acabamos tocando no tema do perdão. Ela me disse algo que me fez pensar: "Uma coisa eu tenho clara: eu perdoo, mas não esqueço".

"Eu perdoo, mas não esqueço"

Bem, em primeiro lugar, é preciso esclarecer: não existe perdão sem esquecimento, porque, onde não há esquecimento, tampouco há perdão. Porém ao referir-me a "esquecimento", não estou dizendo necessariamente que, de repente, a situação vai desaparecer da nossa memória; refiro-me a algo muito mais profundo, que vem da atitude interior, do coração.

Quem simplesmente diz perdoar, mas ainda guarda rancor em seu coração, é como aquele que diz amar a Deus, mas não é capaz de ver Deus no próximo. São João já dizia que, quem não é capaz de amar seu irmão, a quem vê, não será capaz de amar Deus, a quem não vê (cf. 1 João 4, 20).

Certamente, podemos definir o perdão como um dom e, como tal, precisamos saber pedi-lo a Deus. Mas também temos de ser suficientemente humildes para calar nossa soberba e abrir-nos um pouco mais à ideia de pedir perdão, perdoar e sentir-nos perdoados.

Vale a pena perguntar-nos: "O que eu teria feito no seu lugar?". Na maioria dos casos, descobriremos que teríamos agido bem pior que a pessoa em questão. Somos mais rápidos para julgar e mais lentos para perdoar.

O que seria de nós se Deus adotasse a mesma atitude na hora de nos perdoar? Certamente, não teríamos esperança alguma de alcançar a salvação; mas podemos nos alegrar, porque a realidade é todo o contrário. Sendo Deus tão misericordioso, Ele nos dá a graça de imitá-lo, permitindo que nós também possamos perdoar e ser perdoados.

"Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido": não sei quantas vezes já repetimos esta oração, mas será que somos coerentes com o que estamos pedindo a Deus?

É comum sabermos de memória até quantas vezes uma pessoa nos ofendeu, e jogar isso na sua cara. Há mais de dois mil anos, Pedro já perguntou sobre isso a Jesus: "Senhor, quantas vezes devo perdoar o irmão que pecar contra mim? Até sete?". Já conhecemos a resposta de Jesus: "Não te digo que até sete, mas setenta vezes sete" (cf. Mt 18, 21-22).

O senso de humor de Jesus pode passar despercebido para alguns, mas é que os fariseus mandavam perdoar até três vezes, e Pedro, tentando ser um pouco mais generoso que eles, perguntou se era até sete (o número da perfeição).

No entanto, a expressão "setenta vezes sete" significa "sempre", ensinando que não devemos sequer levar em consideração quantas vezes tivemos de perdoar.

Conselhos práticos para perdoar

Apresento, a seguir, algumas dicas que podem ser de utilidade para aproveitar o dom de perdoar:

1. Não julgue a pessoa, mas o ato

Quando alguém comete um erro ou uma falta, mesmo que já tenha feito isso muitas vezes, não etiquete a pessoa com um adjetivo ligado a esse erro. Ou seja, se alguém engana você, não diga: "Ele é um mentiroso"; tente vê-lo de outra maneira: "Ele cometeu um engano". Separar a pessoa do ato é indispensável para evitar os rancores e ódios.

2. Bons pensamentos às más ações

Normalmente, no momento em que somos ofendidos, pensamos imediatamente na maneira de responder a esta agressão; no entanto, precisamos tentar fazer todo o contrário, respondendo ao mal com o bem, procurando não somente desfazer-nos do rancor, mas pedir a Deus por essa pessoa e, na hora certa, se for possível, aconselhá-la. Em outras palavras, não seja vingativo.

3. Tome o tempo necessário

Quando alguém ofender você, não reaja imediatamente. Busque um lugar tranquilo para se acalmar e analisar a situação de forma realista. Na maioria das vezes, os problemas surgem pela falta de comunicação entre as pessoas, razão pela qual buscar o diálogo é imprescindível – mas só depois que a raiva passar.

4. Acredite em todo o bem que você ouve, e somente no mal que você vê

Não se deixe influenciar porque alguém lhe fofocou alguma coisa. Acredite nas coisas boas que você ouvir, e apenas nas coisas ruins que você comprovar. Nunca forme seu conceito sobre uma pessoa baseado apenas na opinião de um terceiro. Tenha coragem suficiente para aproximar-se da pessoa em questão e averiguar se ela é verdadeiramente o que parece ser.

Tags:
PerdãoValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia