Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Mais uma cruz para os cristãos do Iraque: agora, uma lei quer islamizar crianças “automaticamente”

parlamento-iraquiano.jpg

Aleteia Brasil - publicado em 06/11/15

A medida arbitrária também atinge outras minorias religiosas, como yazidis, sabeus e mandeus

Várias centenas de manifestantes iraquianos se concentraram nesta quarta-feira diante da representação da ONU na cidade de Erbil. Eles eram cristãos, yazidis, sabeus e mandeus, além de membros de organizações políticas e civis, e o seu protesto conjunto era contra uma lei que pretende decretar a “conversão automática” de crianças ao islã quando um dos seus pais decide tornar-se muçulmano.

Os representantes locais da ONU receberam uma delegação dos manifestantes, que documentaram a inconstitucionalidade dessa proposta de lei. Por sua vez, a ONU se comprometeu em pressionar o parlamento do Iraque para que a nova lei não seja aprovada.

No entanto, uma tentativa anterior de alterar essa proposta antidemocrática já fracassou. Em 27 de outubro, deputados cristãos e representantes de outras minorias tinham proposto que, se um dos pais se convertesse ao islã, os filhos mantivessem a sua religião original até os 18 anos de idade, quando poderiam, livremente, escolher a religião que bem entendessem. O parlamento iraquiano rejeitou esta mudança na proposta de lei.

Tags:
liberdade religiosaMuçulmanosPerseguição
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia