Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 06 Maio |
Bem-aventurada Anna Rosa Gattorno
home iconAtualidade
line break icon

Regime sírio autoriza o acesso da ajuda humanitária à cidade síria sitiada

ABO SHUJA

Agências de Notícias - publicado em 08/01/16

Um morador colocou à venda seu carro pelo preço de 10 quilos de arroz. Não conseguiu vendê-lo e um familiar seu morreu por falta de comida

O governo da Síria concedeu nesta quinta-feira permissão para as Nações Unidas entregarem ajuda humanitária a três localidades que se encontram sitiadas, incluindo a cidade de Madaya, perto de Damasco.

“A ONU comemorou hoje a autorização do governo da Síria para ter acesso à Madaya, Fua e Kafraya”, afirma o organismo em um comunicado.

“E se prepara para entregar ajuda humanitária nos próximos dias”, afirmou ainda.

Segundo a ONU, há relatórios sobre pessoas que morrem de fome em Madaya. A última vez que os comboios humanitários tiveram acesso às cidades rebeldes de Zabadani e Madaya, assim como nas localidades de Fua e Kafraya, foi em 18 de outubro.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), ao menos 10 pessoas morreram pela falta de medicamentos e de comida. Outras treze pela explosão de minas colocadas pelas forças do regime ou por francoatiradores quando tentavam sair da cidade em busca de comida, afirma esta ONG.

O OSDH afirma que as forças pró-governamentais seguiram colocando minas e cercas ao redor de Madaya após o acordo concluído em setembro.

“Muitos habitantes comem plantas para sobreviver ou precisam pagar quantias elevadas nos postos governamentais para obter comida”, explica Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

“Um morador inclusive colocou à venda seu carro pelo preço de 10 quilos de arroz. Não conseguiu vendê-lo e um familiar seu morreu por falta de comida”, continua.

Segundo o OSDH, cerca de 1.200 habitantes sofrem de doenças crônicas e mais de 300 crianças de desnutrição ou outros problemas de saúde.

Em Madaya falta tudo, resume Pawel Krzysiek, porta-voz do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), que entrou na localidade em outubro. “As pessoas estão há muito tempo sem alimentos básicos, sem medicamentos básicos, sem eletricidade nem água (…) Vi a fome em seus olhos”.

Um mês depois da entrada em vigor do cessar-fogo de seis meses entre as partes em conflito, a Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho sírio ajudaram a transportar alimentos e medicamentos a Madaya e a Zabadani (sudoeste), assim como a Fua e Kafraya, dois povoados xiitas da província de Idleb (noroeste), ainda sob controle do exército.

Em virtude deste acordo, cerca de 450 combatentes e civis foram evacuados em dezembro de Zabadani, Fua e Kafraya.

As forças governamentais dispõem de meios aéreos para fornecer água a Fua e Kafraya, mas os rebeldes não podem fazer o mesmo em Madaya.

(AFP)

Tags:
GuerraMundoRefugiados
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
2
Mãe de Toda a Ásia, no Monte Maria, é a maior estátua de Maria do mundo
Reportagem local
Maior estátua de Maria do mundo é inaugurada e marca sinal de esp...
3
Creche
Reportagem local
URGENTE – Jovem com facão invade creche e mata crianças e p...
4
Pe. Charles Pope
O demônio diante da Eucaristia
5
Papa Francisco reza o terço
Reportagem local
Maratona de 30 dias de oração, convocada pelo Papa, começa neste ...
6
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
7
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova
Reportagem local
Fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib é diagnosticado com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia