Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

5 motivos para usar o seu dinheiro com experiências, não com coisas

Aleteia Brasil - publicado em 04/03/16

E, muitas vezes, as boas experiências precisam de muito pouco ou até nenhum dinheiro

Não é novidade alguma: o dinheiro deve ser usado de maneira sábia, porque, em si mesmo, ele não garante a felicidade de ninguém.

Embora todo mundo saiba disso, a maioria das pessoas parece fingir que não é verdade e insiste em “tentar comprar” a felicidade. Mas há estudos que reforçam a constatação intuitiva de que a maneira mais sábia de usar o dinheiro não é no acúmulo de coisas, mas sim na vivência de boas experiências.

Uma dessas pesquisas foi liderada por Thomas Gilovich, professor da Cornell University e doutor em psicologia. Foram 20 anos de estudos dedicados a demonstrar que, quando gastam dinheiro em objetos, as pessoas se cansam facilmente do que já compraram e desenvolvem o “vício” de querer coisas novas; então voltam a comprar objetos, voltam a se cansar deles e voltam a comprar coisas novas, num círculo sem fim de insatisfação. Além disso, as expectativas crescem constantemente, levando a gastos maiores e a fazer comparações que são prejudiciais às relações humanas.

Já o investimento em experiências dá retornos mais efetivos na empreitada de ser feliz.

Confira algumas das constatações feitas no estudo de Gilovich, publicado em agosto de 2014:

1. As experiências se transformam em parte da identidade das pessoas

O acúmulo de experiências de vida molda a personalidade do ser humano: as experiências se integram a quem somos. Já os bens materiais, por mais importância que lhes demos, continuam sendo externos a nós: eles são sempre coisas que “temos”, sem nunca chegarem a ser algo que “somos”.

2. Nas experiências, as comparações não importam

Quando se usa o dinheiro para viver momentos importantes em vez de priorizar a aquisição de coisas materiais, a competitividade é diluída. Por exemplo: quando o foco está no “ter”, as pessoas preferem receber um salário baixo que seja maior que o de seus colegas a receber um salário alto que seja menor que o dos seus colegas. Já quando o foco está no “ser”, as pessoas não se importam tanto em tirar um tempo menor de férias que o de seus colegas, desde que sejam férias de qualidade. As comparações e a competitividade, portanto, são mais intensas quando o foco está nas coisas em vez das experiências.

3. A ansiedade na espera de uma experiência é boa, enquanto na espera de um produto é irritante

Não é preciso comentar muito, certo?

4. A curta durabilidade de uma coisa é negativa, mas a de uma experiência pode valorizá-la

O valor de um objeto tem relação com a sua durabilidade ou com a duração do prazer que ele proporciona; já uma boa experiência, mesmo quando é breve ou fugaz, se mantém prazerosa na memória e consegue fazer perdurar a felicidade de tê-la vivido.

5. O valor de algo não tem relação com seu preço

Quando se diz que algo “não tem preço”, o que se quer dizer é que o seu valor é inestimável. Este é o caso das experiências, cujo valor não está relacionado com o seu preço em dinheiro.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DinheiroFelicidade
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia