Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Poço de São Patrício, maravilha da engenharia renascentista, um mapa do purgatório?

Compartilhar

Desenhado por Antonio da Sangallo, o Jovem, e encomendado pelo Papa Clemente VII, recorda uma história tradicionalmente atribuída ao patrono da Irlanda

O Poço de São Patrício é um antigo poço localizado em Orvieto, Úmbria, na Itália central, construído durante a década que vai de 1527 a 1537, por ordem do Papa Clemente VII. Ele tinha se refugiado na cidade, enquanto as tropas renegadas do exército do Sacro Império Romano, sob o comando de Carlos V, saqueavam Roma.

En un principio, esta sorprendente pieza de arquitectura se llamaba, simplemente, “Pozzo della Rocca”, el “pozo de la piedra”, o “el pozo de la fortaleza”, pues está a muy poca distancia de la Fortaleza de Albornoz
Inicialmente, essa incrível peça de arquitetura se chamava, simplesmente, “Pozzo della Rocca”, o “poço da pedra”

A estrutura do poço, desenhado por Antonio da Sangallo, o Jovem, é uma impressionante obra de engenharia sofisticada. É uma coluna oca cilíndrica, com 63 metros abaixo da terra, tem 13 metros de largura, e é cercado por duas escadarias de 248 degraus cada, largas e confortáveis, em desenho de dupla hélice. Por um lado descem os burros de carga, com recipientes vazios para encher de água; e pelo outro sobem, nunca obstruindo a passagem. No fundo do poço, iluminado por 72 janelas que fornecem luz para toda a estrutura, há uma ponte que liga as duas escadas, onde os moradores podiam acessar para buscar água sem os burros de carga. Esse duplo acesso garantia o fornecimento ininterrupto de água para a cidade de Orvieto, e foi um desenho único em toda a Europa naquela época.

 los frailes de un convento cercano asociaron la profundidad del pozo, y el proceso de descender hasta el puente para sacar de él el agua necesaria, a un antiguo poema francés del siglo XII, llamado “L’Espurgatoire Saint Patriz” –“El Purgatorio de San Patricio”-
Os monges de um convento próximo associaram a profundidade do poço ao purgatório

Inicialmente, essa incrível peça de arquitetura se chamava, simplesmente, “Pozzo della Rocca”, o “poço da pedra” ou “o poço da fortaleza”, pois está próximo da Fortaleza de Albornoz. Foi até o século XIX, quando o seu nome foi alterado para o atual, “Poço de São Patrício”: os monges de um convento próximo associaram à profundidade do poço, e ao processo de descer para para dele retirar água, um antigo poema francês do século XII, chamado “L’Espurgatoire Saint Patriz” – “O Purgatório de São Patrício”.

Esse poema não é apenas uma tradução de um texto escrito em latim, o Tractatus de Purgatorio Sancti Patricii, escrito por um monge cisterciense inglês conhecido simplesmente como H. De Saltrey. O tratado foi, durante anos, a representação mais influente do Purgatório, até o aparecimento da Divina Comédia. A chave está em que seu personagem principal, um cavaleiro irlandês chamado Owein, desce ao purgatório. De acordo com uma das histórias tradicionalmente associadas a São Patrício, Cristo teria mostrado ao santo o acesso ao Purgatório por uma caverna ou um poço.

Antes que o poço fosse concluído, Clemente VII e Carlos V haviam resolvido suas diferenças, de modo que Orvieto nunca foi ocupada ou saqueada. No entanto, a construção do poço continuou durante mais uma década, até que foi concluída.

web-pozzo-di-san-patrizio-2-debs-eye-cc
web-pozzo-di-san-patrizio-htmvalerio-cc-1
web-pozzo-di-san-patrizio-david-bramhall-cc
web-pozzo-di-san-patrizio-debs-eye-cc
web-pozzo-di-san-patrizio-gwendolyn-stansbury-cc
web-pozzo-di-san-patrizio-roel-driever-cc
web-pozzo-di-san-patrizio-samuele-ghilardi
web-pozzo-di-san-patrizio-htmvalerio-cc
Boletim
Receba Aleteia todo dia