Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 26 Fevereiro |
Santo Alexandre
home iconAtualidade
line break icon

Médicos sírios convocam EUA a impedir novo cerco de Aleppo

<p>(Arquivo) Destruição em Aleppo após ataque aéreo, no dia 21 de junho de 2015</p>

Agências de Notícias - publicado em 11/08/16

Quase a metade dos últimos médicos que atuam nos bairros rebeldes de Aleppo criticaram nesta quinta-feira “a inação” dos Estados Unidos diante das atrocidades sofridas pelos habitantes desta grande cidade dividida do norte da Síria.

Em uma carta aberta, 15 dos 35 médicos ainda presentes nos bairros sob controle dos insurgentes alertam que a situação será desesperadora para os civis se o regime sírio de Bashar al-Assad impuser um novo cerco.

No sábado, uma aliança de rebeldes islamitas e insurgentes jihadistas conseguiu romper três semanas de um cerco que provocou um aumento vertiginoso dos preços dos produtos básicos.

Para os médicos, no entanto, a situação continua sendo desesperadora.

“Sem a abertura permanente de uma rota de abastecimento, as forças do regime nos cercarão novamente em pouco tempo, a fome se propagará e os produtos dos hospitais se esgotarão completamente”, advertem.

Em uma carta enviada à Casa Branca, à qual a AFP teve acesso, estes pediatras, cirurgiões e outros médicos lamentam a atitude dos Estados Unidos, que “não realizam nenhum esforço para levantar o cerco ou usar sua influência para pressionar os grupos para que protejam os civis”.

“Não precisamos de lágrimas, nem compaixão, nem orações. Demonstrem simplesmente que são amigos dos sírios”, afirmam.

“Quem viverá e quem morrerá”A Organização Mundial da Saúde (OMS) estimou que a Síria era o lugar mais perigoso para as equipes médicas, com 135 ataques em 2015 contra centros de saúde ou seus funcionários.

Atualmente, 250.000 pessoas vivem nas zonas rebeldes e 1,2 milhão nos bairros controlados pelo governo na cidade de Aleppo, a segunda da Síria e um dos principais alvos de um conflito que já deixou mais de 290.000 mortos desde março de 2011.

Rebeldes e forças governamentais preparam uma nova batalha para tentar controlar a cidade, onde os hospitais e as infraestruturas civis estão devastados.

Em julho, os bombardeios atingiram em apenas um dia quatro hospitais improvisados e um banco de sangue. Vários médicos que assinam este apelo trabalhavam ali.

“O que mais nos dói, como médicos, é ter que escolher quem viverá e quem morrerá”, escrevem os profissionais.

“Crianças jovens chegam à emergência com ferimentos tão graves que devemos priorizar aquelas que têm mais chances de sobreviver”, acrescentam. “E, por vezes, nem temos o material necessário para ajudá-las”.

Os médicos dizem ter sido testemunhas ao longo dos cinco anos de guerra da morte de um número incalculável de pacientes, amigos e companheiros entre “horríveis sofrimentos”.

Há duas semanas, um ataque provocou a morte de quatro recém-nascidos, já que a explosão cortou a chegada de oxigênio a sua incubadora.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Eucaristia
Reportagem local
Diocese afasta padre que convidou pastor para “concelebrar&...
2
Padre Paulo Ricardo
Nossos tempos são os últimos? A Irmã Lúcia responde
3
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
4
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
5
DOMINIKANIN, SZCZEPIONKA COVID
Jesús V. Picón
Padre desenvolve vacina contra Covid-19 para os pobres
6
SPANISH FLU
Philip Kosloski
Os poderosos conselhos do Padre Pio durante uma pandemia na Itáli...
7
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia