Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Atualidade

ONU alerta sobre deslocamento de pessoas no nordeste da Colômbia

Agências de Notícias - publicado em 14/08/16

Um total de 923 pessoas foram deslocadas nas últimas semanas no departamento colombiano de Norte de Santander, fronteiriço com a Venezuela, após enfrentamentos entre o Exército e grupos ilegais, informou o Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA, na sigla em inglês).

“Durante as últimas duas semanas de julho e a primeira semana de agosto se apresentaram frequentes enfrentamentos armados entre o Exército e grupos armados não estatais nas áreas urbanas dos municípios de Teorama, Hacarí e em Veredal de El Tarra (Norte de Santander)”, indicou o OCHA em comunicado.

Os atos de violência, registrados entre 19 de julho e 7 de agosto, resultaram no “deslocamento forçado interurbano” de 655 pessoas em Teorama e Hacarí e o “deslocamento interveredal (vereda é uma subdivisão municipal na Colômbia)” de 268 cidadãos no El Tarra, acrescentou.

Os três municípios fazem parte de Catatumbo, uma região de aproximadamente 4.800 km2 fronteiriça com a Venezuela, que é uma área de cultivos ilícitos, com a presença de máfias e grupos de guerrilhas.

Segundo a OCHA, a maioria das famílias de Teorama e Hacarí se “deslocam temporariamente” para passar a noite com familiares ou amigos porque suas casas ficam perto de postos policiais e porque querem “evitar as ações armadas”. “Depois retornam a suas casas”, acrescentou.

O OCHA alertou para o “alto risco” de que haja novos deslocamentos”, a “possível estigmatização das comunidades, e infrações ao Princípio de Distinção e Proporcionalidade do Direito Internacional Humanitário”.

A Colômbia vive um conflito armado de mais de meio século, envolvendo guerrilhas, paramilitares, forças do Estado e traficantes de drogas, que resulta em 260.000 mortos e 45.000 desaparecidos.

No país há 6,8 milhões de pessoas deslocadas, sendo a nação com o maior número de deslocamentos internos do mundo, segundo a ONU.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia