Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 22 Abril |
São Leônidas
home iconAtualidade
line break icon

Presidente colombiano recebe Nobel da Paz por esforços de pacificação

<p>O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, foi reeleito neste domingo com 50,80% dos votos no segundo turno de uma eleição importante para o processo de paz com a guerrilha, de acordo com uma contagem preliminar de 97,32% do total, informou a autoridade eleitoral colombiana.</p>

Agências de Notícias - publicado em 07/10/16

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, foi premiado nesta sexta-feira com o Nobel da Paz por promover um acordo de paz histórico assinado com a guerrilha das Farc, distinção que dedicou ao povo colombiano e às vítimas do conflito armado.

“Esperamos que isso encoraje todas as boas iniciativas e todos os atores que poderiam ter um papel decisivo no processo de paz e leve finalmente a paz à Colômbia depois de décadas de guerra”, declarou a presidente do Comitê Nobel norueguês, Kaci Kullmann Five, ao anunciar o vencedor.

Após o anúncio, o presidente, de 65 anos, disse que dedicava este prestigioso prêmio ao povo colombiano. “Recebo este prêmio em seu nome: o povo colombiano que sofreu tanto com esta guerra”, afirmou em uma entrevista à Fundação Nobel, acrescentando que “estamos muito, muito próximos de alcançar a paz”.

Antigos ‘falcões’ que decidiram apostar no diálogo, Santos e o comandante das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño, conhecido como Timochenko, assinaram no dia 26 de setembro um acordo histórico para colocar fim a um conflito que durava mais de meio século.

Contra todas as previsões, o povo colombiano rejeitou o acordo em um referendo no último domingo, exigindo, entre outras medidas, que os guerrilheiros desmobilizados não possam participar na vida política e que sejam levados à prisão, em vez de se beneficiar de penas alternativas.

Por sua vez, Timochenko declarou após o anúncio que a guerrilha busca apenas um “único prêmio, o de paz com justiça social e sem paramilitarismo para a Colômbia”, através de sua conta no Twitter a partir de Havana, sede das negociações de paz.

“Felicito o presidente Juan Manuel Santos, aos avalistas Cuba e Noruega, e acompanhantes Venezuela e Chile sem os quais a paz seria impossível”, escreveu.

Álvaro Uribe, ex-presidente colombiano e grande vencedor do referendo de domingo, também felicitou seu sucessor e adversário e desejou a ele “que conduza a mudanças nos acordos nocivos para a democracia”.

Além disso, os máximos representantes da União Europeia (UE) parabenizaram em bloco nesta sexta-feira seu “amigo” Juan Manuel Santos por um prêmio que “encoraja a seguir buscando a paz” na Colômbia.

– Apoio às negociações –

Segundo o texto do Comitê Nobel, “existe um risco real de que o processo de paz seja interrompido e que a guerra civil seja retomada”, o que “torna ainda mais urgente o respeito ao cessar-fogo pelas partes, lideradas pelo presidente Santos e pelo chefe da guerrilha das Farc, Rodrigo Londoño”.

O fracasso do referendo obrigou Bogotá e a guerrilha a retomar suas negociações, às quais o Comitê Nobel concede um apoio nesta sexta-feira com o peso simbólico do prêmio.

“O fato de a maioria dos eleitores ter dito não ao acordo de paz não significa necessariamente que o processo de paz está morto”, argumentou. “O referendo não era uma votação a favor ou contra a paz”, acrescentou o Comitê.

Santos reiterou na entrevista que o prêmio “será um grande incentivo para chegar ao fim e começar a construção da paz na Colômbia”.

Para o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, este prêmio chega num “momento crucial” e “traz esperança e alento necessários para a população colombiana”.

De acordo com a tradição, o Comitê não quis explicar por que este prêmio não era compartilhado com as Farc.

Perguntada sobre esta questão, Kullman Five não quis responder e alegou: “Nunca fazemos comentários sobre outros candidatos ou outras possibilidades”.

A ex-senadora e ex-refém da guerrilha Ingrid Bettancourt opinou, por sua vez, que o grupo armado “também merecia ter recebido o Nobel da Paz”, em uma entrevista ao canal de notícias francês I-Télé.

“Um prêmio às Farc teria provavelmente sido mal encarado pelos que são céticos sobre o acordo de paz”, explicou o diretor do Instituto de Pesquisa sobre a Paz de Oslo (Prio), Kristian Berg Harpviken.

– ‘Até o último minuto’ -Santos, que quando foi ministro da Defesa – durante a presidência de Uribe – lançou a maior ofensiva contra a guerrilha marxista, decidiu seguir a via das negociações depois de ter sido eleito presidente, há seis anos.

“Seguirei buscando a paz até o último minuto do meu mandato porque este é o caminho para deixar um país melhor aos nossos filhos”, prometeu recentemente.

Embora há apenas alguns dias dissesse não buscar o Nobel, a recompensa fortalece o presidente em sua busca de uma reconciliação na Colômbia, atingida por décadas de violência de guerrilhas, paramilitares e forças estatais que deixaram 260.000 mortos, 45.000 desaparecidos e 6,9 milhões de deslocados.

O prêmio, que consiste em uma medalha de ouro, um diploma e um cheque de oito milhões de coroas suecas (950.000 dólares), será entregue em Oslo no dia 10 de dezembro, data do aniversário da morte de seu fundador, o inventor e industrial sueco Alfred Nobel (1833-1896).

No ano passado, o Nobel da Paz foi para o Quarteto para o Diálogo Nacional Tunisiano, atores da sociedade civil que permitiram salvar a transição democrática na Tunísia.

Neste ano o instituto Nobel norueguês havia recebido 376 candidaturas para o prêmio Nobel da Paz, quase uma centena a mais em relação ao recorde anterior (278).

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
ROBERTO CARLOS
Ricardo Sanches
A música que Roberto Carlos cantou no próprio aniversário de 80 a...
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
BENEDICT XVI
Francisco Vêneto
Em nova e extensa biografia, Bento XVI desmascara o atual “...
5
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma gestação rara
6
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
7
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia