Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 07 Março |
home iconPara Ela
line break icon

Lua de mel: momento decisivo na relação conjugal

ProStockStudio

Canção Nova - publicado em 06/12/16

A lua de mel é o momento em que o casal se une para santificar um ao outro

A lua de mel é um momento único na iniciação da vida a dois e deve ser bem preparada e vivida pelos recém-casados. A espiritualidade do matrimônio se expressa plenamente no sexo. É considerado um sacramento sexual, afirma o casal australiano, Ron e Marvis Pirola, presentes no Sínodo para as Famílias, em 2014, no Vaticano. A santificação do casal acontece também por meio da relação sexual: marido e mulher se unem para santificar um ao outro.

“O homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles serão uma só carne” (Gn 2,24)

Existem muitos conselhos interessantes, experiências muito pessoais ou até banais desse momento tão íntimo na relação conjugal. É válido ouvir, ler e aprofundar. Afinal, reservar um tempo a sós é algo positivo na vida a dois.

No matrimônio, “os noivos prometem um ao outro entrega total, fidelidade e abertura à vida”, afirma o Papa Francisco. Conscientes de terem firmado um compromisso em nome de Deus e perante a Igreja, os noivos viverão ainda melhor sua lua de mel.

O homem e a mulher estavam nus, mas não se envergonhavam (Gn 2, 25)

No livro “A vida sexual dos solteiros e casados”, João Mohana apresenta orientações muito boas para a vivência da lua de mel, etapa decisiva que engloba as áreas sexual, psicológica, espiritual, ética e social.

Sacerdote e médico, Mohana aconselha os esposos a promoverem e manterem uma atmosfera de bem-estar e boa vontade, a fim de iniciarem a vida a dois com a maior harmonia possível. O objetivo da lua de mel é “conseguir todas as condições favoráveis para a mútua adaptação” no sentido humano, não apenas sexual.

Adaptação iniciada no noivado, agora pode ser retocada e ampliada. É um risco dar à lua de mel um sentido demasiado erótico e nada humano. Com isso, crescem a tensão e a ansiedade, e o casal perde a flexibilidade natural tão favorável à adaptação.

Noite de núpcias: hora de fabricar ternura

Como em um ritual, os cuidados preliminares devem ser valorizados na noite de núpcias. Ao se unirem no leito, tenham calma e paciência. Sua esposa quer carinho, comece acariciando o rosto, os cabelos, beije-a, dizendo palavras de amor. É hora de começar a fabricar ternura.

Marido, não tente fazer uma penetração peniana imediata. Sem os preliminares, a mulher pode não conseguir uma lubrificação vaginal adequada. Caso aconteça uma ejaculação involuntária, não se assuste. E não significa que haja a copulação na noite nupcial, porque até o cansaço pode influenciar na consumação do casamento. A lua de mel marca o início de uma união selada para sempre.

Primeiro ato dá prazer?

O tempo de adaptação pode variar de acordo com o cada casal. Geralmente, é vagaroso. Especialmente para a mulher, o primeiro ato não costuma causar prazer, nem os seguintes. É um processo natural. Só o tempo vai permitir a adaptação entre aquele homem e aquela mulher.

Onde e como?

Viajar ou não. Ir para hotel ou apartamento, litoral ou campo. Um ambiente favorável deve combinar bom gosto, elegância, conforto, higiene e privacidade. São detalhes que devem ser verificados de acordo com o gosto e o bolso. Aliás, finanças é um bom assunto para se conversar durante o noivado.

O rapaz deve prever e solucionar imprevistos, mas não sozinho, contando sempre com sua noiva. É valioso também ouvir a opinião de familiares e amigos, mas, acima de tudo, escolher um local que agrade os dois.

Detalhes importantes precisam ser conversados antes: se vão se trocar em ambientes separados ou se preferem que um tire as roupas do outro. A luminosidade do ambiente não pode ser uma escuridão nem clara demais, o ideal é a penumbra.

Convide Jesus

“Não tenhamos medo de convidar Jesus para as festas de núpcias, de convidá-Lo para a nossa casa, para que esteja conosco e proteja a família. E não tenhamos medo de convidar também Sua mãe Maria! Os cristãos, quando se casam ‘no Senhor’, são transformados em um sinal eficaz do amor de Deus. Os cristãos não se casam apenas para si mesmos, mas no Senhor em favor de toda a comunidade e de toda a sociedade”, ensina o Papa Francisco.

(via Canção Nova)

Tags:
CasamentoNamoro
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
4
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
BABY BORN
Reportagem local
Bebê “renasce” após ser batizado por uma médica
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia