Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 02 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Itália e Líbia resgatam 2.900 imigrantes no Mediterrâneo

<p>Imagem de vídeo da Guarda Costeira italiana mostra migrantes resgatados no Mediterrâneo em 2 de maio</p>

Agências de Notícias - publicado em 19/05/17 - atualizado em 19/05/17

Ao menos 2.900 emigrantes foram resgatados nesta quinta-feira (19) no Mar Mediterrâneo; incluindo 2.300 que seguiam para a Itália, informaram as guardas costeiras italiana e líbia.

Em águas internacionais – diante da costa líbia – a guarda costeira italiana anunciou ter coordenado o resgate de 2.300 imigrantes que haviam embarcado em 12 botes infláveis. O grupo foi socorrido por navios italianos, da operação naval europeia Sophia e por barcos de ONGs.

A Médicos Sem Fronteiras divulgou imagens de centenas de imigrantes esgotados na coberta de seu navio Prudence, que seguiu para a Sicília com 743 resgatados, incluindo 78 mulheres e 55 crianças.

Diante da costa de Sabratah, 70 km a oeste de Trípoli, 463 imigrantes foram resgatados a bordo de um barco de madeira cujo motor parou, disse o general Ayub Kacem, porta-voz da Marinha líbia.

Em outro trecho da costa líbia, 60 km a leste da capital, no litoral de Garaboulli, a guarda costeira nacional resgatou 120 pessoas procedentes da África subsaariana, que estavam à deriva após o roubo do motor do seu barco por homens armados.

Desde o início de 2017, a Itália já registrou a chegada de mais de 45.700 imigrantes a sua costa, o que representa um aumento de mais de 30% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o ministério do Interior.

No total, 1.229 pessoas morreram este ano durante a travessia, segundo cálculos da Organização Internacional para Migrações (OIM).

A chegada de tantos imigrantes esta semana representa um desafio para a Itália devido às medidas de segurança excepcionais adotadas para a Cúpula do G7 (sete países mais industrializados), em 26 e 27 de maio, na cidade de Taormina, na Sicília.

As autoridades proibiram a chegada de imigrantes a todos os portos da Sicília, principal meta de desembarque.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia