Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Santo Irineu: defensor da fé e da Tradição perante os hereges

Sto Irineu

CC

Aleteia Brasil - publicado em 28/06/17

Além de refutar o gnosticismo, ele defendeu a sucessão apostólica e a legitimidade do papado

Em 28 de junho, a Igreja celebra Santo Irineu de Lyon (ou Lião, cidade francesa da qual foi bispo).

Ele nasceu provavelmente em Esmirna, Ásia Menor, na primeira metade do século II. Alguns historiadores estimam a data entre 115 e 125, enquanto outros a põem entre 130 e 142.

Foi discípulo de São Policarpo de Esmirna, que, por sua vez, tinha sido discípulo de ninguém menos que São João Apóstolo, discípulo direto de Jesus Cristo.

Irineu foi eleito bispo de Lião por aclamação popular, substituindo São Potino, que morrera na prisão aos 90 anos de idade.

Entre suas obras se destaca a célebre “Adversus Haereses”, na qual combate a heresia do gnosticismo, bastante presente nos primórdios do cristianismo. Nessa obra, além de refutar a heresia gnóstica e defender o depósito da fé cristã, Irineu apresenta a listagem dos primeiros Papas, desde São Pedro até Santo Eleutério (175-189).

Outra obra relevante de Santo Irineu é a “Exposição ou Prova do Ensinamento Apostólico”, na qual deseja confirmar aos fiéis a exposição da doutrina cristã e demonstrar a verdade do Evangelho por meio de profecias do Velho Testamento.

O santo bispo morreu com aproximadamente 72 anos. De acordo com o Martirológio Romano, ele sofreu o martírio durante a perseguição de Setímio Severo, como quase todo o povo da sua cidade, Lugduno, atual Lyon.

Foi sepultado na igreja de São João em Lyon, posteriormente renomeada igreja de Santo Irineu. Seu túmulo foi destruído e seus restos mortais profanados em 1562 pelos protestantes franceses, chamados huguenotes. Os ossos dos mártires encontrados após o saque protestante foram recolhidos num único relicário. Da igreja original, restaram apenas um arco e a cripta, que contém vários epitáfios expostos nos corredores.

Em uma passagem de “Adversus Haereses“, Santo Irineu nos fala sobre a verdadeira Tradição da Igreja preservada graças à sucessão apostólica:

Portanto, a tradição dos apóstolos, que foi manifestada no mundo inteiro, pode ser descoberta em toda a Igreja por todos os que queiram a verdade. Poderíamos enumerar aqui os bispos que foram estabelecidos nas Igrejas pelos apóstolos e seus sucessores até nós; e eles nunca ensinaram nem conheceram nada que se parecesse com o que essa gente vai delirando (ndr: a referência é às doutrinas gnósticas). Ora, se os apóstolos tivessem conhecido os mistérios escondidos e os tivessem ensinado exclusivamente e secretamente aos perfeitos, sem dúvida os teriam confiado antes de a mais ninguém àqueles aos quais confiavam as próprias Igrejas. Com efeito, queriam que os seus sucessores, aos quais transmitiam a missão de ensinar, fossem absolutamente perfeitos e irrepreensíveis em tudo, porque, agindo bem, seriam de grande utilidade, ao passo que, se falhassem, seria a maior calamidade.Mas visto que seria coisa bastante longa elencar, numa obra como esta, as sucessões de todas as igrejas, limitaremos à maior e mais antiga e conhecida por todos, à igreja fundada e constituída em Roma pelos dois gloriosíssimos apóstolos Pedro e Paulo, e, indicando a sua tradição recebida dos apóstolos e a fé anunciada aos homens, que chegou até nós pelas sucessões dos bispos, refutaremos todos os que de alguma forma, quer por enfatuação ou vanglória, quer por cegueira ou por doutrina errada, se reúnem prescindindo de qualquer legitimidade. Com efeito, deve necessariamente estar de acordo com ela, por causa da sua origem mais excelente, toda a Igreja, isto é, os fiéis de todos os lugares, porque nela sempre foi conservada, de maneira especial, a tradição que deriva dos apóstolos.A partir desse trecho, Santo Irineu vai apresentando os pontífices que sucederam São Pedro e um breve perfil do pontificado de cada um, ressaltando a continuidade e, portanto, a legitimidade da sucessão apostólica.

Tags:
DoutrinaHistória da IgrejaSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia