Aleteia

O lugar em que Salomé dançou e pediu a cabeça de João Batista

Jeffrey Bruno
Compartilhar
Comentar

Descoberto o maior tanque de banhos rituais judaicos de Maquero, um sítio arqueológico excepcional

Os tanques de rituais judaicos (mikva´ot) são piscinas de imersão usadas no ritual de purificação, semelhantes às adotadas por algumas tradições cristãs no Batismo. O maior tanque descoberto até agora na Jordânia foi objeto de escavações em 2016 no palácio do rei Herodes nas ruínas de Maquero, na costa oriental do Mar Morto.

Como informa o site Biblical Archaeology, “este mikveh (singular de mikva´ot) era usado pelo rei Herodes e pela família real para purificação, de acordo com a lei religiosa judaica”.

Maquero, no entanto, é conhecida não só pelos banhos rituais, mas por ser o lugar em que Salomé dançou para seu padrasto, Herodes Antipas, filho e sucessor do rei Herodes, O Grande, que ordenou a decapitação de João Batista. Foi, de fato, Herodes, O Grande, que construiu o palácio-fortaleza de Maquero em uma colina sobre o Mar Morto. Foi também uma das últimas fortalezas a cair durante a Primeira Revolta dos Judeus contra Roma (66-72).

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia