Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Janeiro |
São Sebastião
home iconPara Ela
line break icon

Por que você precisa começar a ser a mãe que estabelece limites

Upset Child

Shutterstock

Calah Alexander - publicado em 18/09/17

Realmente está prejudicando meus filhos tentar dar-lhes a infância mais incrível de todos os tempos

Eu não sei sobre você, mas acho difícil dizer “não” aos meus filhos. Às vezes é porque eu odeio decepcioná-los, particularmente quando eles estão passando por um momento difícil na escola ou com amigos. Às vezes é porque eu queria poder dizer “sim” e me sinto culpada de não poder. Mas, na maioria das vezes, é porque simplesmente não quero lidar com isso.

Você sabe o que quero dizer… o choramingo, a súplica, o choro. As intermináveis e intermináveis ​​​​negociações. E o pior de tudo, a pergunta: “Por que você é tão , mamãe?”.

É por isso que eu estremeci quando eu li esta publicação na Scary Mommy, recordando-me de forma útil a minha culpa pelos filhos mimados.

“Você está fazendo o seu melhor porque quer que eles sejam felizes. Você está muito envolvida porque quer saber o que está acontecendo na vida deles. Você quer que eles se sintam especiais e importantes. Você nunca chegou atrasada para buscá-los. Você agenda, organiza e sugere atividades. Você gira em torno deles como um helicóptero. Você faz um milhão de perguntas. Você quer que suas vidas sejam incríveis e enriquecidas. Você não quer que eles se decepcionem. Sempre”.  

“Mas, você está cometendo erros, e eu também. E agora nossos filhos são mimados”.

É, a verdade dói.

A verdade é: eu faço todas essas coisas até certo ponto. Mas eu tento e me certifico de que eles têm atividades para fazer e amigos para brincar e projetos para preencher seu tempo, mesmo quando essas atividades e amigos e projetos atrapalhem toda a minha agenda. Às vezes eu digo “não, é impossível hoje, porque eu tenho muito coisa para fazer”, mas então eu costumo me sentir culpada e encontro uma maneira de fazer o que eles pedem.

Como resultado, meus filhos se queixam. Muito. Eles ficam desapontados com pequenas coisas porque sabem que eu odeio decepcioná-los.

Mas aqui está o problema – a vida implica frustrações. Simplesmente é assim. Ela não é sempre incrível e enriquecedora – na verdade, muitas vezes não é. Isso é o que torna as partes impressionantes e enriquecedoras tão especiais. Ao não prepará-los para lidar com a realidade da frustração, não os preparo para lidar com a realidade da vida.

Realmente está prejudicando meus filhos tentar dar-lhes a infância mais incrível de todos os tempos. Esse não é o meu trabalho. Meu trabalho como mãe é ajudar a formá-los como seres humanos plenos, que enfrentarão com coragem e cabeça erguida o que a vida lhes propor.

Isso significa ensinar-lhes que a vida dá trabalho. Isso significa dar-lhes tarefas e responsabilidades, e cobrá-los nisso, então eles aprendem a se orgulhar de um trabalho bem feito.

Significa ensinar-lhes que a vida não se curva em torno das suas mínimas vontades e caprichos. Eles têm que aprender que a vida está cheia de limites.

E todas essas lições exigem que eu me torne a mãe que sabe dizer não e estabelecer limites, com firmeza. A mãe que sabe o seu lugar, e perante a qual os filhos sabem que espernear é perda de tempo.

Eles podem pensar que eu sou a mãe limitadora agora, e eles podem até pensar isso por muitos anos. Mas quando eles crescerem vão perceber a mamãe não era má; ela realmente estava tentando cumprir sua tarefa, para o próprio bem deles.

Então, da próxima vez que seus filhos se irritarem por você não ser uma fada que atende a todos os pedidos, não se preocupe. Você não está sendo uma mãe cruel, mas simplesmente uma boa mãe, e um dia eles ainda vão agradecer por isso.

(PS: Obrigada, mãe!)

Tags:
EducaçãoFamíliaFilhosMaternidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
4
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
7
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia