Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papo de Pai sobre filhos especiais – com Marcos Mion (parte 1/2)

Compartilhar

Um dos momentos mais sinceros e reveladores de Marcos Mion

Fazia tempo que eu queria conhecer mais a fundo o lado Pai do Marcos Mion, pois quanto mais textos e entrevistas dele eu via mais o admirava. E no dia 7/11 eu tive a honra de gravar um Papo de Pai sobre filhos especiais com ele.

O Mion sempre fala que Paternidade é um de seus assuntos preferidos e realmente o papo rendeu muito. Ele contou em detalhes sobre os desafios que enfrentou para adaptar sua rotina às necessidades do Romeo, seu filho autista. Mas também falou dos outros dois, Donatella e Stefano, além de sua relação com a mulher, Susana.

Como a entrevista ficou longa, decidimos publicar em duas partes (para assistir à 2ª parte, clique aqui). Nesta primeira, falamos principalmente sobre o Romeo. Desde a gravidez, quando o Mion descobriu que tinha uma incompatibilidade genética e rara com a esposa, que acarretou uma série de dificuldades. Até as razões que o levaram a relutar em buscar um diagnóstico, para saber se seu filho era ou não autista.

Para assistir à 2ª parte desta entrevista, clique aqui.

(Se você não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui)

(via Papo de Pai)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.