Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Mensagens bíblicas para consolar quem está doente do corpo e da alma

PACJENT W SZPITALU
Shutterstock
Compartilhar
Comentar

A Palavra de Deus é a luz que ilumina as realidades de incerteza diante do sofrimento

Deus quer participar integralmente da nossa vida. Por meio da Palavra de Deus ele se revelou a nós como um Deus cheio de amor e compaixão pelo seu povo. Por meio de seu filho Jesus, ele concretizou o seu plano de salvação a todo homem e mulher.

A Palavra de Deus é para todos aqueles que estão doentes, a luz que ilumina as realidades da incerteza diante do sofrimento, o amparo e o consolo nas dificuldades e o bálsamo que cura e liberta da dor que a doença impõe ao corpo ou a alma.

Padre Cláudio Buss, mestre em Teologia Bíblica, escolheu quatro trechos bíblicos que falam de cura e refletiu a mensagem central de cada um deles. Em todos, ele deixa uma palavra de conforto para a doença do corpo e de iluminação para as doenças que afligem o nosso espírito:

Jesus, homem livre, sai da sinagoga e entra em uma casa. Ele, portador do Reino de Deus, quer que o mesmo seja presente não só no lugar santo da sinagoga, mas também nas casas, junto das pessoas. Restabelece a saúde e a vida para todos! Cura a sogra de Pedro, uma mulher, que na época de Jesus não tinha muito valor. Mas, Ele lhe dá valor, tomando-a pela mão para restabelecer sua dignidade. É o dom de Deus que vem ao encontro, sem mesmo que ela o invocasse. Ela escrava dos seus limites físicos, agora acolhendo o dom passa a ser servidora de todos.

Acolhendo o dom que o próprio Jesus, também somos libertos de nossas escravidões, para servir com alegria nossos irmãos e irmãs. Nossa vida se enche de sentido quando o Senhor cura e liberta nosso coração para servir.

Os leprosos na época de Jesus eram excluídos da sociedade e da religião. Olhados como pessoas impuras, não podiam conviver com os outros. Jesus quebrou este preconceito ao encontrar um dos leprosos “estendeu a mão, tocou nele e o purificou”. Diante da súplica do doente, Jesus não passa indiferente, responde com um milagre, sinal da vitória da vida sobre o mal, a doença e a morte.

Jesus restabelece não só a saúde física, mas também a reintegração na sociedade e na vida religiosa do povo.

No encontro com o Senhor também somos curados de nossa “lepra espiritual” que nos afasta e nos isola dos outros. Com o Senhor nossa vida se enche de alegria, de esperança e amor. Sua presença, seu toque é o maravilhoso milagre em nosso existir.

Um cego, conhecido na época de Jesus, chamado de Bartimeu, vendo Jesus passar, foi insistente pedindo a cura, apesar da oposição do povo ao seu redor: “Jesus, tem compaixão de mim”!

Jesus o manda chamar e ele prontamente sai ao seu encontro. Seu pedido de ser curado é atendido imediatamente com as palavras de Jesus: “Tua fé te salvou”. Além da cura física, ele agora é salvo em todo o seu ser. Recebeu a iluminação de Jesus, capaz de seguir a Jesus pelo caminho.

Nossa cegueira espiritual muitas vezes não nos permite seguir a Jesus com toda a nossa vida. Mas iluminados pelo Mestre podemos partilhar a alegria de o seguir e amar verdadeiramente.

Admira-nos a confiança que o centurião romano tem na força e autoridade da palavra de Jesus de curar o seu servo: “Não sou digno que entres em minha casa. Diz, porém, uma palavra e meu servo será curado”! Neste homem, considerado pagão, está o exemplo de caminhada de fé: a confiança em Jesus, que pode e quer curar, o acolhimento da sua pessoa e a abertura sincera e total, que vai além do dom da cura, para chegar à fé pura e madura.

Jesus ressuscitado continua a agir mediante a sua palavra, contanto que encontre em nós uma fé humilde e sincera como a do oficial pagão.

Confiamos na Palavra de Jesus que cura, liberta e nos dá vida!

(A12.com)