Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

3 aparições oficialmente declaradas falsas pela Igreja

aparicoes inautenticas itapiranga
Capturas de Tela - Andreas Bucksrucker / YouTube
Compartilhar

Entre elas, as supostas aparições de Nossa Senhora e São José em Itapiranga, no Brasil

Em tempos de “fake news”, não surpreende que muitas das alegadas aparições da Virgem Maria ou de santos como São José sejam falsas. Mas isso não é coisa apenas desta época: ao longo dos séculos, a Igreja avaliou incontáveis ​​revelações privadas e declarou a maioria delas como falsas.

São reconhecidos como merecedores de veneração somente os poucos relatos que se comprovaram autênticos e espiritualmente frutíferos após minuciosos e profundos estudos, não apenas realizados por autoridades eclesiásticas, mas também por analistas e cientistas laicos.

O primeiro passo no processo de reconhecimento de uma determinada aparição é a aprovação do bispo da diocese em que vive o visionário. Um documento do Vaticano redigido em 1978 descreve os passos necessários para confirmar uma revelação privada:

Quando a Autoridade Eclesiástica for informada de uma suposta aparição ou revelação, será sua responsabilidade:

a) julgar o fato segundo critérios positivos e negativos;

b) se o exame resultar em conclusão favorável, permitir manifestação pública de culto ou devoção supervisionando-a com grande prudência (pro nunc nihil obstare).

c) enfim, à luz do tempo transcorrido e da experiência, com especial atenção à fecundidade dos frutos espirituais gerados a partir dessa nova devoção, expressar juízo quanto à autenticidade e caráter sobrenatural, se o caso assim justificar.

Somente a Santa Sé pode anular a decisão do bispo local – e, para reverter essa decisão, seria preciso comprovar-se algo grave, dado que já houve um processo de discernimento sério e abrangente.

Os 3 casos de revelações particulares que apresentamos a seguir foram registrados em tempos recentes e a Igreja os considerou inautênticos ou sem caráter celestial sobrenatural. Por isso, os fiéis são orientados a se distanciarem dessas supostas devoções:

1 – Itapiranga, AM, Brasil

ITAPIRANGA,APPARITIONS ,EDSON GLAUBER
Andreas Bucksrucker | YouTube

Supostas aparições de Nossa Senhora, frequentemente acompanhada de São José, teriam sido testemunhadas por Edson Glauber a partir de 1994, no município brasileiro de Itapiranga, Estado do Amazonas. No início, as visões foram levadas em consideração de modo aberto e favorável pelo bispo local, mas, após investigações mais aprofundadas, a Igreja oficialmente as declarou inautênticas em fevereiro de 2017.

Páginas: 1 2