Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Estilo de vida

(Re)Vivendo a própria alma através do caos

Por Photographee.eu/Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 20/03/18

Você é muito mais capaz do que imagina

Quantas vezes você já parou para se perguntar: “Quem sou eu?”. Ao mesmo tempo em que parece ser uma pergunta fácil de responder, é uma pergunta extremamente difícil, afinal, poucos sabem ou pararam para pensar sobre quem são de verdade.

Eu por exemplo, vivo dizendo a mim mesma que sou uma jovem cheia de vida, e que sou muito mais do que aquilo que aparento ser. Mas afinal, quem sou eu mesmo?

Dentro da Psicologia Analítica, a busca pelo conhecimento do “eu” é evidente, pois a busca por esse conhecimento significa o anseio pela própria alma, ou seja, por aquilo que nos torna mais felizes e completos. Qualquer insatisfação, dentro da Psicologia Analítica, é chamada de “perda da alma”.

Sem percebermos, procuramos freneticamente por nossa alma, aquele detalhe que falta para nos tornarmos completos e, finalmente, felizes. Vivemos ansiando por um milagre, por um novo “eu” brilhante. Há algo dentro de nós que projetamos para o lado de fora, e que na verdade, nunca será encontrado porque está dentro de nós.

É aí que o papel do caos, muitas vezes rejeitado e mal aceito por nós, entra em nossas vidas. É através dele e da extrema desordem que ele é capaz de causar ao nosso ego e a tudo aquilo que acreditamos ser, que descobrimos uma, se não a única, oportunidade de (re)viver a nossa alma verdadeira.

O caos nos obriga a termos que experimentar a insatisfação, muitas vezes insuportável, para percebermos a falta de algo. Não de qualquer algo, mas do nosso “algo”. Esse processo faz com que passemos por algumas desilusões, porque percebemos que tudo o que buscamos “lá fora” é decepcionante e não queremos olhar para dentro de nós. É como se tivéssemos medo de nós mesmos.

É através do processo insuportável e doloroso que o caos é capaz de causar, que conseguimos tocar e estabelecer contato com nossa própria alma. Quando a tocamos, percebemos quase que automaticamente por que estamos aqui, quem somos nós, e aquilo que nos faltava.

O contato com a nossa alma pode ser obtido na maioria das vezes através de um processo doloroso. Podemos tocá-la e estabelecer contato com ela através da perda de um ente querido, de uma desilusão afetiva ou até mesmo através da descoberta de um câncer sem cura. Tocamos a nossa alma e a (re)conhecemos quando estamos em pedaços.

É necessário que tomemos consciência de que a dor causada pelo caos aparece em nossa vida para nos desconstruir por inteiro, com o objetivo de nos reconstruir novamente de uma forma ainda mais bonita.

Porém, a verdadeira transformação e lapidação de nós mesmos só acontece quando nos permitimos sentir e vivenciar de forma corajosa tudo aquilo que transformou muitas vezes o que era inteiro, em pedaços.

Quando nos permitimos olhar para o caos e para tudo que ele nos proporciona, como um forte aliado para que nos tornemos seres mais completos, podemos ser “devolvidos” a nós mesmos e à nossa alma.

Afinal, tudo o que chega até nós é nosso, e podemos sim, suportar. Acredite nisso e sua vida será transformada!

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
dificuldadesPsicologiaSofrimento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Papa Francisco São José Menino Jesus
ACI Digital
Papa Francisco reza esta oração a São José há...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia