Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Professores protestam nos EUA melhores salários

SCHOOL, PUPILS, WRITING
Shutterstock
Compartilhar

Milhares de professores dos Estados de Arizona e Colorado protestaram nesta quinta-feira por melhores salários e mais verbas para a educação.

As manifestações se seguem a protestos semelhantes nos Estados de Oklahoma, Virginia Ocidental e Kentucky.

Nesta quinta-feira, ao menos 1,4 milhão de estudantes ficaram sem aula no Arizona e no Colorado.

Os sindicatos publicaram imagens de professores e simpatizantes da causa vestidos de vermelho, a cor do movimento “Red for Ed” pela educação.

O governador republicano do Arizona, Doug Ducey, exortou o Congresso estadual a autorizar um “merecido” aumento de 20% para os professores.

Como em Oklahoma (centro), o Arizona é um dos Estados com maiores cortes no orçamento da Educação: 1 bilhão de dólares em menos de 10 anos, segundo o sindicato Arizona Educators United.

O Arizona é ainda um dos Estados onde os professores recebem os menores salários: 47.660 dólares ao ano, 12.000 dólares abaixo da média nacional, segundo a Associação Nacional de Educação.

No Colorado, os professores recebem em média 53.768 dólares, 6.500 abaixo da média nacional.

(AFP)