Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Vendido por 715.000 euros o Lamborghini do papa Francisco em Mônaco

PAPIEŻ FRANCISZEK I LAMBORGHINI
AP/EAST NEWS
Compartilhar

Confira o destino do valor levantado

Um comprador pagou neste sábado, em Mônaco, 715.000 euros (cerca de 854.000 dólares) pelo Lamborghini que o papa Francisco havia recebido de presente no ano passado. A venda foi realizada pela casa de leilões Sotheby’s.

O Lamborghini Huracán, modelo que a fabricante italiana de automóveis de luxo deu de presente ao pontífice, estava estimado entre 250.000 e 350.000 euros no catálogo. Foi leiloado por mais que o dobro desse valor.

O papa Francisco havia dado uma bênção e assinado o seu nome no carro ao recebê-lo em novembro, quando pediu que todo o dinheiro obtido com a venda fosse destinado a obras de caridade.

O Santo Padre pediu que uma parte significativa do valor fosse destinada aos projetos da fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) – especificamente aos projetos dessa fundação voltados às comunidades cristãs do Iraque. Após a derrota militar do Estado Islâmico, essas comunidades estão finalmente retornando às suas aldeias na Planície de Nínive, de onde haviam sido expulsas pelos terroristas.

A Ajuda à Igreja que Sofre está particularmente comprometida com o retorno seguro dos cristãos ao norte do Iraque e, para isso, lançou um plano ambicioso de reconstrução mediante o Ninive Reconstruction Committee, que envolve todas as Igrejas do Iraque. “Receber a oferta generosa do Papa Francisco nos conforta e fortalece a esperança de tantos dos nossos irmãos cristãos perseguidos no Oriente Médio”, escreve a fundação em comunicado público.

A Sotheby’s não informou a identidade do comprador.

Além das obras da AIS, o leilão do Lamborghini também ajudará uma associação italiana que acolhe vítimas de redes de prostituição, bem como duas outras organizações italianas ativas na África.

Vatican News / AFP