Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Para Ela

O amor é assim

COUPLE

forma82 - Shutterstock

A mente é maravilhosa - publicado em 16/05/18

O verdadeiro amor não se conhece pelo que exige, mas por aquilo que oferece

O amor não é controle ou exigência, é liberdade e confiança. No entanto, a escravidão emocional é muito mais comum do que gostaríamos de admitir.

Conhecemos muito bem a teoria, mas a não colocamos em prática. Ou seja, quem se atreve a dizer ao seu parceiro que não precisa dele para viver, mas que o escolheu? Praticamente ninguém.

Isso acontece porque não estamos realmente conscientes do que significa dizer para alguém “não posso viver sem você”. A medida que pronunciamos essas palavras ou expressões similares, estamos pressionando nosso parceiro.

Sem dúvida é uma pressão muito sutil, porque a nossa intenção não é responsabilizá-lo pela nossa felicidade ou pela nossa vida. No entanto, estamos desequilibrando a balança do amor com essas expectativas.

Às vezes não nos apaixonamos, nos escravizamos

A verdade é que o amor e a dependência não conseguem coexistir, porque o amor se transforma em uma prisão emocional. Mesmo que o relacionamento continue, o amor será ofuscado pela dependência.

No entanto, demoramos tanto a perceber que não construímos uma relação harmoniosa, que acabamos pedindo ao destino que algo mude para podermos ser felizes.

Acreditamos que o amor é um conto de fadas, com príncipes e princesas, onde tudo acaba bem. No entanto,”felizes para sempre” só existe nos filmes.

Nesse sentido, achamos que o correto é se conformar com a segurança que sentimos quanto temos alguém ao nosso lado. Na verdade, os únicos que podem trazer felicidade e estabilidade para nossa vida somos nós mesmos.

Somos frutas inteiras e não metades da laranja

“Nos fizeram acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e a vida só terá sentido quando encontrarmos a outra metade. Não fomos informados de que nascemos inteiros, que ninguém merece carregar a responsabilidade de completar o que nos falta…”
– John Lennon –

O amor é saudável quando não exigimos nada de ninguém. Amar é compartilhar; é uma troca de carinhos e cuidados.

O amor durará o tempo que for cuidado. Por isso, é muito importante refletir sobre o que esperamos de nós mesmos, do nosso relacionamento e do outro.

Amar a si mesmo não é um privilégio reservado para poucos, mas um troféu que está ao alcance de todos. Podemos até mesmo adorar nosso parceiro, mas sempre de uma forma que nos permita crescer como pessoa, amadurecer o relacionamento e cuidar da nossa autoestima.

Ter isto em mente significa respeitar-se plenamente e ter a garantia de um relacionamento saudável, que não trará sofrimento ao casal. No amor, nem tudo é permitido, principalmente exigências e constrangimentos.

(via Mente Maravilhosa)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorFelicidadeRelacionamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia