Aleteia

A surpreendente coleção de vestidos da menor imagem de Nossa Senhora do mundo

LETANIAS
Compartilhar

“Por trás de cada fio bordado existe uma intenção de fé”

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

Ela está localizada em uma capela na cidade de Viacha, perto de La Paz (Bolívia, a mais de 4.000 metros sobre o nível do mar. Destaca-se por ser “a menor imagem da Virgem do mundo”, com apenas 4,7 centímetros de altura. Trata-se da Virgem das Ladainhas, que, em ocasiões muito especiais, é exposta no alto da montanha.

 Mas, nos últimos dias, esta devoção – que atrai milhares de fiéis ao altiplano boliviano todos os anos – se transformou em tema de debate por causa de uma série de medidas para evitar o tráfico de bens culturais. 

Por isso, o Ministério da Cultura e Turismo boliviano apresentou o resultado de um inventário e catalogação dos bens culturais atribuídos à Virgem das Ladainhas.

“A Virgem das Ladainhas tem um patrimônio de 593 peças históricas e artísticas, como pinturas, esculturas, joias, talheres, retábulos e uma coleção única de trajes litúrgicos”, diz o Ministério através de um comunicado oficial.  

A chefe de Unidade do Patrimônio Imaterial, Carmen Loza, destacou que “o mais relevante do patrimônio da Virgem em miniatura, cuja festividade acontece em 13 de julho, é a vestimenta litúrgica, que requer habilidade extrema para ser confeccionada. A responsabilidade pelas vestimentas até o início do século era das religiosas enclausuradas. Por trás de cada fio bordado existe uma intenção de fé”. 

Loza ainda afirmou que “a coleção de vestidos é única no país neste tamanho. Porém, o valor não está nas medidas, mas nos bordados”. 

 Clique em “Abrir a galeria de fotos” na imagem abaixo e confira um pouco desta rara coleção.

Boletim
Receba Aleteia todo dia