Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 23 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEstilo de vida
line break icon

Carta aos pais que não desistiram de levar seus filhos bagunceiros à Missa

TATJANA SPLICHAL | DRUŽINA

Anna O'Neil - publicado em 24/07/18

Teus filhos também não param um segundo durante a Missa? Calma, pois Cristo tem algo importantíssimo para te dizer

Caros pais exaustos e desanimados,

Seus filhos são terríveis na Missa. Caóticos, desobedientes e arteiros – semana após semana. É como se um grande holofote estivesse aceso sobre vocês o tempo todo.

Mas eu sei o que vocês passam. Eu comecei a ter medo dos domingos. Nós tentamos de tudo. Ir à Missa mais cedo, mais tarde, dar explicações sussurradas, fazer ameaças sussurradas, sentar na frente, sentar atrás… Talvez alguns dos truques tenham ajudado, mas a verdade é que ninguém sai da igreja sem gritar, sem fazer uma corrida louca pelo altar ou sabe lá Deus o quê.

Apesar de tudo, toda semana eu e minha família barulhenta e caótica estamos lá (no fundo), atrapalhando e distraindo todo mundo e nos sujeitando ao julgamento de um grande número de pessoas que, talvez, não entendam como é difícil ensinar uma criança a ficar sentada e em em silêncio por uma hora. Parece insano. Ainda assim, vestimos nossas roupas e colocamos nossos corpos sob aquele teto, exatamente como a Igreja Mãe nos pede.

Eu quero que vocês saibam que, se isso também acontece com vocês, tudo bem. Cristo tinha algo muito importante a dizer sobre pessoas como nós:

Quando Jesus olhou para cima, viu algumas pessoas ricas depositando muitas ofertas no cofre do templo e notou uma pobre viúva colocando apenas duas pequenas moedas. Ele disse: “Em verdade vos digo: esta pobre viúva pôs mais do que os outros. Pois todos aqueles lançaram nas ofertas de Deus o que lhes sobra; esta, porém, deu, da sua indigência, tudo o que lhe restava para o sustento” (Lucas 21, 1-4)

Não é exatamente isso que estamos fazendo? Estamos dando literalmente tudo o que temos, obedecendo ao pedido da Igreja de ir à Missa dominical. Vergonha, infelizmente, não é uma razão suficiente para ficar em casa. Para o mundo exterior, parece que a gente está fazendo o mínimo. Sim, nós entramos na igreja. Mas estamos nos concentrando? Estamos tendo uma experiência espiritual? Nós conseguimos ouvir uma única palavra do Evangelho? Nós (e Cristo) somos os únicos que sabem o quanto estamos realmente doando.

Assim como as duas pequenas moedas da mulher na caixa de coleta parecem nada em comparação com a gigantesca sacola de ouro do rico, nossa contribuição parece tão pequena que alguém poderia se perguntar se não nos incomodamos com isso. Por que ir à Missa, se você vai passar o tempo todo controlando as crianças? Mas Cristo está lá para nos lembrar que ele não vê como o resto do mundo vê.

Muito frequentemente, deixo a Missa me sentindo fracassada. Eu nem consigo acompanhar a celebração, e saio tão rápido que até me esqueço de fazer a genuflexão. Que tipo de católico eu sou? Se é assim que vocês se sentem também, não se esqueçam: quem tem filhos pequenos, crianças com necessidades especiais ou alguém que requeira a sua atenção na Missa não consegue se ajoelhar e ouvir com atenção. E esse é um tipo único de pobreza. Nós, na nossa pobreza, realmente damos tudo o que temos, apenas fazendo o melhor que podemos. Mesmo que o nosso melhor seja apenas aparecer por lá.

Então não parem. E por favor, não se preocupem muito com a aparência da sua família. Mesmo que não seja fácil, continuem fazendo tudo da mesma forma. E saibam que Deus vê o quão valioso é o sacrifício que vocês fazem.

Tags:
FamíliaFilhosMissa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia