Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Janeiro |
São Sebastião
home iconAtualidade
line break icon

Pyongyang começa a desmantelar base de lançamento de satélites

© KNS / KCNA / AFP

Militares en la plaza Kim Il-Sung de Pyonyang, Corea del Norte

Agências de Notícias - publicado em 24/07/18

A Coreia do Norte começou a desmantelar a infraestrutura da principal base de lançamento de satélites, considerada um local de testes para seus mísseis balísticos intercontinentais, de acordo com imagens recentes analisadas por especialistas.

Se confirmado, este desmantelamento relatado pelo 38 North, um site dedicado à análise da Coreia do Norte, pode ser considerado um primeiro avanço após a cúpula histórica no mês passado entre Kim Jong Un e Donald Trump.

No entanto, alguns especialistas questionaram a importância dessa operação.

Após a cúpula de Singapura, Trump afirmou que a ameaça nuclear norte-coreana não existia mais. Mas a imprensa americana relata que, em particular, o presidente da Casa Branca não esconde o descontentamento com a falta de progressos tangíveis no processo de desnuclearização.

Mas em público é otimista. A publicação do estudo do 38 North ocorre num momento em que o presidente americano disse estar “muito feliz” com o estado das negociações com a Coreia do Norte.

De acordo com 38 North, imagens de satélite da base de lançamento da Sohae, tiradas em 20 e 22 de julho pela empresa Digital Globe, mostram que o prédio onde os foguetes são montados antes de serem colocados na plataforma de lançamento começou a ser desmontado.

Uma bancada de testes de motores a combustível líquido também foi parcialmente desmontada, embora outras instalações mais recentes desta base, localizada cerca de 200 km a noroeste de Pyongyang, não tenham sido mexidas.

Sohae, na costa noroeste da Coreia do Norte, oficialmente serve para colocar satélites em órbita. Mas os foguetes de lançamento de satélites podem ser facilmente usados para lançar outras cargas, como ogivas nucleares.

Segundo a comunidade internacional, a Coreia do Norte utiliza seu programa espacial para esconder seus programas de armas.

O especialista do site 38 North Joseph Bermudez argumenta que este é um passo “importante” para cumprir os compromissos assumidos pelo líder norte-coreano durante sua reunião com Trump em Singapura.

– O mínimo –

“Estes edifícios desempenharam um papel importante no desenvolvimento de tecnologias para o programa de mísseis balísticos de longo alcance [de Pyongyang], e esses esforços mostram que a Coreia do Norte pretende reforçar a confiança”, estima o especialista.

Em Singapura, o presidente americano afirmou que Kim havia prometido destruir um “importante” local de testes de mísseis, mas não especificou de qual se tratava.

Embora Sohae seja o principal local de lançamento de foguetes desde 2012, alguns especialistas consideram que não se deve dar muita importância a essas informações.

A Pesquisadora Melissa Hanham, do Centro James Martin Center de Estudos de Não-Proliferação de Monterey, disse que, apesar de o desmantelamento em curso ser uma “coisa boa”, é “um mínimo” do que poderia ser feito em Sohae.

“A menos que desmantelem completamente a base, continuará sendo o principal local de lançamento espacial da Coreia do Norte”, apontou.

“A Coreia do Norte não precisa da bancada de testes de motores de Sohae se estiver confiante no projeto de seus motores. Como o próprio Kim Jong Un disse, a Coreia do Norte passa nos testes de produção em massa”, ressaltou.

A pesquisadora considera necessário procurar outros locais possíveis onde os mísseis possam ser construídos. “Nós ignoramos a Coreia do Norte por um longo tempo. Hoje trata-se de lidar com a quantidade de armas nucleares e meios de transporte que dispõem, não é uma questão de saber se eles têm”, opinou.

Um oficial militar americano afirmou que o Sohae não é uma prioridade para o Pentágono.

“Não está nos nossos radares”, disse ele à AFP.

Enquanto isso, os Estados Unidos acabam de exigir uma “implementação completa das sanções” contra a Coreia do Norte, algo que ilustra sua dificuldade em obter progressos reais na desnuclearização.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
4
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
7
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia