Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A melhor coisa que você pode fazer quando seu marido estiver passando por um dia ruim

COUPLE,ARGUES
Compartilhar

Você não pode se deixar contagiar pelo mau humor dele

As pessoas casadas compartilham tudo – espaço, tempo, vida… Às vezes eu esqueço que não temos que compartilhar também o nosso mau humor. Porque, honestamente, se meu marido acorda do lado errado da cama por qualquer razão, meu primeiro pensamento é: “lá vai a nossa manhã”. Se ele está ouvindo um funk, eu tenho certeza que eu também serei contagiada por este estilo musical…

Não tem outro jeito: nós moramos juntos. Se houver uma nuvem de chuva sobre a cabeça dele, eu, definitivamente, também vou me molhar, certo? 

Não necessariamente. A melhor coisa que podemos fazer por um cônjuge que está enfrentando um dia difícil é tentar não deixar que o humor dele nos contamine.

Isso não significa ser antipática ou sair dizendo: “não é problema meu”. Temos que desafiar a ideia preconcebida de que “quando mamãe (ou pai) não está feliz, ninguém está feliz”.

Eu vi uma mulher dizer isso uma vez, e fiquei com estas palavras na cabeça. O marido dela estava tendo um dia ruim – ele estava no limite e nada estava dando certo para ele. Então, ela disse despreocupadamente: “Bem, esse é o SEU dia ruim. Não significa que eu tenho que ter um dia ruim também”. 

Ela não estava sendo rude. O sofrimento dele importava para ela, mas ela não era obrigada a sofrer com o marido. 

Na verdade, a coisa mais amorosa que você pode fazer por seu marido nessa situação é tentar não deixar que o mau humor dele contamine você. Assim, ele não se sentirá culpado por isso – nem você. Ele poderá ver que, ao mesmo tempo em que você é simpática aos problemas dele, você não se ressente por ele tê-la derrubado também – porque ele não te derrubou. E ter uma parceira alegre pode ajudar a melhorar um dia ruim – muito mais do que qualquer outra coisa. 

Para mim, é um grande alívio ver que muita gente está bem quando eu estou na sarjeta. Isso me dá o espaço de que eu preciso para viver meus sentimentos sem aquela pressão para “superar” antes que eu esteja pronta. Por isso, estou tentando estender este pensamento para o resto da minha família.

Agora, se você não consegue ajudar seu marido a sair dessa situação difícil, então a melhor coisa é cuidar de si mesma. O que te mantém alegre? Para mim, geralmente é passar um tempo sozinha, sair de casa ou fazer algo novo. Manter seu espírito alegre não é algo egoísta; é uma maneira real de ajudar toda a sua família. Seja qual for a sua versão de autocuidado preferido, ela será a maneira mais real de cuidar das pessoas que você ama quando você não conseguir resolver os problemas delas.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.