Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 15 Janeiro |
Santo Arnoldo Janssen
home iconReligião
line break icon

Papa aos Bispos venezuelanos: não se cansem de ficar próximos do povo

VENEZUELA

Fotos: OPA Mérida

Cardenal Baltazar Porras en la Visita Ad Limina al Vaticano. Septiembre 2018

Aleteia Video - publicado em 12/09/18

Os bispos ilustraram ao Pontífice a realidade que vive o povo venezuelano, atualmente afundado em uma grande crise

O Papa Francisco recebeu na terça-feira (11/09) os bispos venezuelanos por ocasião da visita ad Limina Apostolorum. Ao ilustrar o encontro em uma entrevista coletiva, o presidente da Conferência Episcopal da Venezuela, e bispo de Maracaibo, D. Luis Azuaje Ayala, logo explicou: “O Papa não só nos ouviu, mas também falou sobre o significado e o valor da Igreja na Venezuela. O Papa conhece bem a situação venezuelana e a grande comunhão que temos com as dioceses de fronteira, especialmente a de Cúcuta”.

Os bispos ilustraram ao Pontífice a realidade que vive o povo venezuelano, atualmente afundado em uma grande crise social, econômica e política. “Estamos vivendo – disse o bispo de Maracaibo – uma situação sem precedentes, na qual passamos de uma realidade de construção democrática a uma crise na esfera democrática, onde se quis introduzir um sistema político não correspondente ao da atual Constituição”. Essa falta de constitucionalidade, levou a uma série de problemas”, disse o bispo.

Antes de tudo porque quando os sistemas “tornam-se poderosos, servem a si mesmo e não ao povo”. É algo “que leva a um enfraquecimento do sistema democrático”, que leva o povo venezuelano a uma situação desesperadora.

Hiperinflação, drama dos trabalhadores

O presidente da Conferência Episcopal frisou que os bispos falaram ao Santo Padre sobre vários problemas da Venezuela, e que o Papa já tinha conhecimento através da Secretaria de Estado, como a hiperinflação “que hoje deteriora qualquer margem de lucro para o trabalhador e que tem como consequência o desabastecimento e especulações”.

As pessoas procuram comida no lixo

O arcebispo de Maracaibo denunciou a fome no país: uma fome às vezes “negada a muitos” e até mesmo “mascarada”, por causa da escassez de produtos alimentares e seu preço totalmente inacessível. “Vimos pessoas procurarem comida no lixo. Isso é piedoso e é contra a dignidade humana”.

Falta de serviços de saúde e remédios: uma calamidade

Uma outra grave carência é relativa ao deterioramento do sistema de saúde e a falta de medicamentos: “Todas as vezes que saímos do país recebemos uma longa lista de remédios para comprar, de parentes, amigos, sacerdotes: uma calamidade”.

O fenômeno das migrações que enfraquecem a família

Um outro tema falado com o Papa foi o das migrações, e da trágica realidade que está repercutindo na comunidade internacional: a dos venezuelanos que atravessam os países latinos em busca de uma vida melhor. Nós sempre tivemos a cultura de permanecer juntos, agora, temos que partir”, lamentou o Arcebispo, e isso ameaça a unidade familiar.

A crise atingiu também a Igreja

Dom Azuaje, disse que a Igreja também foi atingida pela crise por causa do fenômeno migratório de sacerdotes ou inteiras comunidade religiosas. Estes tiveram que regressar aos seus países de origem, ou por falta de remédios, ou pela própria escassez ou por não conseguirem a renovação do visto para ficar no país.

Enquanto isso, a Conferência Episcopal da Venezuela tuitou as palavras do Papa aos bispos “Eu sei que vocês estão próximos ao seu povo e peço que não se cansem dessa proximidade… E obrigado pela resistência”.

(Vatican News)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia