Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 25 Julho |
home iconAtualidade
line break icon

Parentes de vítimas do voo da Chapecoense pedem indenização na Bolívia

Nelson ALMEIDA / AFP

CHAPECO, BRAZIL – NOVEMBER 29, 2016: A boy sits alone on the stands during a tribute to the players of Brazilian soccer team Chapecoense Real, at the club’s Arena Conda Stadium in Chapeco, in the southern Brazilian state of Santa Catarina. All but three members of team Chapecoense perished after their plane crashed into the mountains of northwestern Colombia, killing 73 of its 81 passengers. Chapecoense had risen from obscurity to make it to the Copa Sudamericana finals scheduled for Wednesday, November 30, against Atletico Nacional of Colombia. Nelson ALMEIDA / AFP

Agências de Notícias - publicado em 05/10/18 - atualizado em 05/10/18

A LaMia operava como resultado de uma concessão do jato Avro, do empresário venezuelano Ricardo Albacete Vidal

Familiares das vítimas do voo do clube Chapecoense, acidentado em 2016 em uma aeronave da LaMia, chegaram à Bolívia para administrar o pagamento de uma indenização que até agora não chegou, informou nesta quinta-feira (4) um advogado.

Juristas e membros da direção da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense (AFAV-C) estão na cidade de Santa Cruz, 900 km a leste de La Paz, de onde partiu, em 2016, a aeronave boliviana da LaMia, que se acidentou ao se aproximar do aeroporto de Medellín, na Colômbia.

“Não recebemos nem um centavo”, afirmou o advogado brasileiro Josmeyr Oliveira, pouco após chegar à Bolívia, citado pelo jornal El Deber. Segundo a explicação, trata-se de uma gestão de urgência, pois estão no limite do prazo de dois anos para reivindicar o pagamento de indenizações.

Ele explicou que tenta se reunir com autoridades de instituições e empresas que possam ajudá-los a cobrar a indenização pela perda de seus entes queridos.

Setenta e uma pessoas perderam a vida, entre elas 19 jogadores, 14 membros da comissão técnica e nove dirigentes do clube catarinense. Apenas seis ocupantes sobreviveram ao acidente: uma aeromoça, um técnico de aviação, um jornalista e três jogadores.

Integram a comissão brasileira que chegou à Bolívia Fabienne Belle e Mara Paiva, presidente e vice-presidente da associação de vítimas, que perderam seus familiares no acidente da LaMia.

Um relatório da empresa financeira boliviana BISA revelou em 2017 que a LaMia não tinha cobertura de seguro, embora tenha estabelecido um fundo de assistência às vítimas. A Justiça local ainda investiga o caso.

O avião da LaMia partiu de Santa Cruz com jogadores da Chapecoense a bordo, após serem transferidos de um voo comercial procedente do Brasil.

Uma investigação de autoridades colombianas concluiu que a aeronave caiu pouco antes de chegar ao aeroporto colombiano José María Córdova, em 28 de setembro de 2016, por falta de combustível.

Autoridades bolivianas apontaram como responsáveis funcionários aeroportuários e de aviação civil e da mesma empresa, por ter cometido graves falhas técnicas para a realização do voo fatídico.

A LaMia operava como resultado de uma concessão do jato Avro, do empresário venezuelano Ricardo Albacete Vidal aos pilotos bolivianos Alejandro Quiroga e Marco Antonio Rocha. Quiroga morreu no acidente e o outro piloto está foragido.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia