Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O que é a magia?

Por Vera Petruk/Shutterstock
Compartilhar

Fique atento(a): a magia sempre será uma forma de contato com o demônio

Magia, seja ela denominada como Magia Negra ou Magia Branca, é sempre o meio que se utiliza para se comunicar com o oculto e operar por meio dele.

A magia é um dos principais frutos do ocultismo. Podemos da mesma forma dizer sobre a Feitiçaria e os Ritos Satânicos, por causa da analogia que eles trazem entre si.

Padre Gabriele Amorth enumera por gravidade estas 3 formas de ocultismo nesta ordem: A Magia Negra, Feitiçaria e os Ritos Satânicos, que têm como o seu ponto mais alto as Missas Negras.

Estes têm por características comuns fazer um maleficio para determinada pessoa ou situação utilizando – se de fórmulas mágicas, por rituais e por evocações ao Demônio.

Não há diferença como certos bruxos ou feiticeiros dizem, da Magia Branca (que é a magia feita sem a intenção de prejudicar alguém, mas sim somente de obter algum tipo de vantagem para si) para a Magia Negra (que é a magia feita com a intenção de prejudicar alguém).

Todo e qualquer tipo de recurso dirigido ao Demônio é condenável, independente do que se quer alcançar por meio dele.

Todas estas práticas, seja magia, feitiçaria, encantamentos, trabalhos, despachos (termo muito conhecido aqui no Brasil) são chamados de MALEFÍCIOS.

O que é a Magia?

Todo maleficio nos encaminha a dois graves erros:

Primeiro contra o próprio Deus que nos ensina através das escrituras: É ao Senhor, teu Deus, que temerás; só a Ele servirás...” (Dt 6,13)

E ainda nos diz em outras passagens: “Não pratiqueis a adivinhação… (Lv 19,31) –  Quando um homem ou uma mulher se prestarem à adivinhação, serão mortos…(Lv 20,27) e muitas outras passagens que poderíamos citar aqui…

E o segundo erro para qual nos encaminha o maleficio é contra a caridade e a justiça, uma vez que queremos prejudicar o nosso próximo.

Existem geralmente 3 motivos principais na qual as pessoas buscam utilizar destes recursos de magia, são estes: o medo, a curiosidade e o poder.

É bom neste primeiro momento ficar muito claro para nós que todo e qualquer tipo de magia, de ocultismo, é entrar em comunhão com o demônio e com suas obras. O contato com alguns tipos de magia pode sem duvida alguma causar a possessão diabólica.

Em geral as pessoas que praticam estes tipos de magias julgam dominar tais forças e serem controladores das mesmas, quando na verdade estão servindo diretamente ao demônio e entregando muitas vezes o corpo e a alma a esta forças.

As pessoas que buscam estes meios da magia em sua grande maioria são pessoas que trazem grandes problemas familiares, problemas com o seu emprego, problemas afetivos ou de doenças. São pessoas que interiormente trazem uma grande aflição dentro de si e por isso sem pensar nas consequências procuram soluções para aquilo que lhes aflige!

O demônio sabe reconhecer pessoas desesperadas e aproveita disso para laçar a estas e te – las em seu domínio.

Portanto, meu irmão e minha irmã, fiquemos atentos e não deixemos que os nossos amigos, parentes e pessoas queridas sejam amarrados por tais armadilhas, precisamos anunciar a Palavra de Deus mas também denunciar aquilo que o demônio tem feito.

(via Livres de todo mal)