Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 28 Outubro |
Santos Apóstolos Simão e Judas Tadeu 
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Enviado da ONU pede ajuda urgente para responder à migração venezuelana

VENEZUELA

Rufino-(CC BY-SA 2.0)

Agências de Notícias - publicado em 18/10/18 - atualizado em 18/10/18

Segundo a ONU, cerca de 2,3 milhões de venezuelanos (7,5% da população de 30,6 milhões) vivem no exterior

O enviado especial das Nações Unidas para a migração venezuelana, Eduardo Stein, pediu nesta terça-feira (16) aos doadores internacionais que ajudem a enfrentar a “avalanche” de pessoas que fogem da crise na Venezuela para outros países da região.

“Vamos apelar aos doadores (…) que possam canalizar essa ajuda de emergência no menor tempo possível”, disse Stein durante uma visita à cidade colombiana de Cúcuta, principal ponto de entrada dos imigrantes venezuelanos no país.

“A Colômbia tem usado seus orçamentos regulares” para enfrentar a “avalanche humana que vem do país vizinho, mas (o orçamento) não é mais suficiente”, acrescentou ele à mídia.

Depois de visitar a ponte internacional Simón Bolívar, que separa a Colômbia e a Venezuela, Stein indicou que as doações são necessárias em vista do atraso na aprovação de recursos por organizações internacionais.

“Esses processos de financiamento demoram vários meses e essa situação precisa de ajuda urgente”, disse o enviado conjunto do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e da Organização Internacional para as Migrações (OIM).

O ex-vice-presidente da Guatemala disse que buscará “o caminho para interessar” os governos que historicamente cooperaram com a América Latina para transformar recursos para enfrentar a onda migratória.

Segundo a ONU, cerca de 2,3 milhões de venezuelanos (7,5% da população de 30,6 milhões) vivem no exterior, dos quais cerca de 1,6 milhão emigraram desde 2015.

Nos últimos anos, a Colômbia recebeu mais de um milhão de pessoas da Venezuela, país com o qual compartilha 2.200 quilômetros de fronteira, dos quais 820.000 foram regularizados.

(AFP)

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
EUCHARIST
Reportagem local
O que fazer se a hóstia cair no chão durante a Missa?
3
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco: “Tenho medo dos diabos educados”
4
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
5
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
6
As irmãs biológicas que se tornaram freiras no instituto Iesu Communio
Francisco Vêneto
As cinco irmãs biológicas que se tornaram freiras em apenas 2 ano...
7
BENEDICT XVI
Marzena Wilkanowicz-Devoud
A arte de morrer bem, segundo Bento XVI
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia