Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 28 Outubro |
Santos Apóstolos Simão e Judas Tadeu 
Aleteia logo
home iconPara Ela
line break icon

Meu casamento funciona, e eu vou te dizer por quê

COUPLE HOLDING HANDS

Josh Willink | Pexels CC0

Santi Casanova - publicado em 28/10/18

6 razões surpreendentes para o sucesso como casal

Ultimamente, tenho pensado cada vez mais em um termo que se tornou popular em referência aos casamentos. As pessoas estão sempre perguntando se esse casamento “funciona”.

Todos parecem falar assim, incluindo os próprios casais. Mas pensar no casamento como algo que faz ou não “funcionar” é cair na espiral frenética do funcionalismo e do utilitarismo que assim caracteriza nosso mundo materialista.

Nós não “fazemos um casamento funcionar”. Nós simplesmente fazemos um casamento. E, se posso dizer algo, aqui está como fazer “funcionar”.

1) O meu casamento funciona porque minha esposa e eu somos diferentes. Isso parece óbvio, mas na verdade é bastante difícil aceitar tudo que esta afirmação implica. Somos diferentes porque cada um de nós é único, ambos criados à imagem de Cristo. Somos diferentes porque sou homem e ela é mulher. Somos diferentes porque nossos corpos são diferentes, porque gostamos da vida de maneira diferente, porque ouvimos os outros e Deus de maneira diferente. Acariciamos de forma diferente. O que pensamos e até o que nos preocupa é… diferente.

2) O meu casamento funciona porque minha esposa e eu não estamos de acordo em tudo. Nós temos passatempos diferentes e não nos encaixamos como peças de um quebra-cabeça. O meu casamento funciona porque minha esposa e eu não somos “almas gêmeas”. Nós brigamos. Não nos completamos porque – cada um de nós – estamos completos.

3) O meu casamento funciona porque não a chamo de mamãe e ela não me chama de papai… porque os nossos filhos não cobrem o que o casamento não tem, porque sabemos que eles não são nossos e porque não precisamos deles antes e não precisamos deles agora. Meu casamento funciona porque ainda somos um casal, porque nos colocamos como o centro de estabilização da família, de onde podemos nos comprometer melhor como pais responsáveis.

4) O meu casamento funciona porque em nossa família vivemos nossos propósitos, com todas as nossas imperfeições, nossos distúrbios, nossas desorientações. Nossas diferenças são aceitas e toleradas com amor, sempre, no meio da tensão. Nós nos damos abraços sem motivo, dizemos “eu te amo” quando precisamos nos acalmar, e ainda temos desentendimentos apaixonados. Adotamos uma atitude de generosidade e estamos abertos a perdoar mutuamente, com nossa misericórdia limitada varrida na maior misericórdia de Deus. Temos perguntas e respostas sobre esta jornada que fazemos juntos, portas abertas e uma mesa em que nos juntamos. Temos a oração manifestada, a paixão e a cruz de cada dia.

5) Meu casamento funciona porque queremos. Porque temos crises e nós – minha esposa, eu e nossos filhos – buscamos soluções ativamente. Não há maior coragem, nem maior lealdade, nem força maior do que enfrentar a própria fraqueza em meio a nossas fraquezas mútuas. Não, aquele que nunca duvida, que nunca cai, não é melhor. O que é melhor é experimentar a sensação permanente de que simplesmente não é tão bom como ele gostaria de ser, mas percebendo que ele é capaz de amar outro e receber amor do outro, imperfeito, mas livremente fornecido. É sentir a ternura e a suavidade da mão na sua enquanto passamos por testes e desafios; para sentir a mão ficar mais enrugada com o passar de cada dia…

6) O meu casamento funciona porque o quarto é o lugar onde nos retiramos com nosso eu completo. É um mundo inteiro feito para nos encaixar – a nação de dois, onde minha esposa e eu habitamos juntos, onde há festa e celebração, onde relaxamento e prazer também são descanso e onde o descanso é vivido em conjunto. Um lugar escolhido para ser quem somos, sem máscaras ou evasões, e amar todas as rugas, todas as sardas; o quarto é onde adoramos o todo em cada parte.

Meu casamento é, simplesmente, cinza, argila, terra moldada; moldado pelas mãos de Deus e animado pelo seu Espírito. Do chão, sim, mas é um terreno sagrado.

Tags:
Casamento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
EUCHARIST
Reportagem local
O que fazer se a hóstia cair no chão durante a Missa?
3
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco: “Tenho medo dos diabos educados”
4
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
5
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
6
As irmãs biológicas que se tornaram freiras no instituto Iesu Communio
Francisco Vêneto
As cinco irmãs biológicas que se tornaram freiras em apenas 2 ano...
7
BENEDICT XVI
Marzena Wilkanowicz-Devoud
A arte de morrer bem, segundo Bento XVI
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia