Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 16 Maio |
Santo André Bobola Mártir (†1657) Comemoração: 16 de maio
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Rebeldes centro-africanos recebem armas de traficantes sudaneses

SAVANA, KENYA, AFRICA

Shutterstock

Agências de Notícias - publicado em 03/01/19 - atualizado em 03/01/19

A União Africana liderou um esforço para avançar nos diálogos de paz com os grupos armados

Rebeldes muçulmanos que tomaram provisoriamente o poder na República Centro-africana em 2013 receberam um novo carregamento de armas de traficantes do Sudão, apesar de participarem dos diálogos de paz, informou um painel de especialistas da ONU.

O grupo de monitoramento das sanções vigentes na República centro-africana descreveu em um relatório que líderes da antiga aliança Seleka estão se rearmando para contrabalançar o envio de tropas governamentais recém-treinadas para suas áreas de influência.

“A afluência de armas enviadas do Sudão, observada desde janeiro de 2018, deu lugar a que os membros da União pela Paz (UPC) e da Frente Popular para o Renascimento da República Centro-africana (FPRC) sejam vistos cada vez mais com pistolas e fuzis de assalto do tipo AK, assim como com lança-granadas e metralhadoras montadas em seus veículos”, reporta o informe ao Conselho de Segurança.

Os dois grupos são parte da ex-aliança rebelde Seleka, que manteve o poder na capital da República Centro-africana, Bangui, de março de 2013 até janeiro de 2014. A aliança entregou o poder a um governo de transição depois que as milícias cristãs, conhecidas como anti-Balaka, se insurgiram contra ela.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou envios de armas de França, Rússia, China, Estados Unidos e Bélgica para apoiar o Exército pouco equipado do país, enquanto Rússia e União Europeia também aportaram treinamento militar.

A União Africana liderou um esforço para avançar nos diálogos de paz com os grupos armados da República Centro-africana, mas com poucos avanços.

O informe foi entregue esta semana, em preparação para o dia 20 de janeiro, quando se renova o embargo de armamento, proibição de viagens e congelamento de ativos no país, em vigor desde 2013.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia