Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 27 Setembro |
São Caio de Milão
home iconAtualidade
line break icon

O combate ao Crime Organizado

VIOLENCE

Fernando Frazão-Agência Brasil-(CC BY 2.0)

Vanderlei de Lima - publicado em 07/01/19 - atualizado em 07/01/19

É uma poderosa máfia. Diante disso, que fazer a curto prazo?

Ficou patente, no discurso de posse de Wilson Witzel, novo governador do Rio de Janeiro, o desejo, que nos soou autêntico – e não meramente politiqueiro –, de combater, de modo firme, o chamado Crime Organizado no seu Estado, mas pode servir também a São Paulo. O tema merece sugestões que, de forma sintética, serão propostas neste artigo.

Não parece simples definir bem Crime Organizado, embora possamos perceber, logo, que ele se distingue do chamado crime comum (um indivíduo que assalta alguns comércios, por exemplo) pela sua racionalidade (premeditação certeira, sofisticação no controle do dinheiro, das armas, das regras, da hierarquia etc.), poder socioeconômico e rígido controle dentro e fora dos presídios ajudado, talvez, sabe-se lá por quais misteriosas mãos. Enfim, é uma poderosa máfia. Diante disso, que fazer a curto prazo?

Retomar o controle dos presídios e coibir comunicações desnecessárias. Pelo que vemos e/ou ouvimos de órgão da imprensa, grande parte dos presídios é, há décadas, dominada pelo crime e não pelo Estado. Criminosos, de dentro das celas, controlam acontecimentos (chacinas, tráfico, roubos etc.) aqui fora. Valem-se para isso, sobretudo, de celulares ou de “ordens” dadas via familiares ou advogados. Ora, sem a urgente retomada desse importantíssimo território, pouco ou nada se conseguirá nesta guerra contra o crime. Isso exigirá monitoramento eletrônico e pessoal e, se for o caso, suspensão das visitas, ainda que para tanto seja necessário reformular a legislação vigente. Não há espaço para regalias ou concessões.

Isolar líderes psicopatas após diagnósticos. Hilda Morana, psiquiatra forense, muito lutou – sem êxito, como se vê –, pela aplicação de testes para a identificação de psicopatas no sistema prisional e sua consequente separação dos não psicopatas. Estes são usados como massa de manobra daqueles. Vale lembrar que o psicopata não é doente mental. Ao contrário, trata-se de um ser humano com inteligência brilhante (100% razão), mas incapaz – por um “defeito de fábrica” – de ter sentimentos (0% emoção). Representa ele grande perigo à sociedade. Seu isolamento de outras pessoas não lhe é desumano, pois todo psicopata é incapaz de estabelecer verdadeiras relações interpessoais, dado que ele apenas usa das pessoas para seus interesses maquiavélicos.

Passar um pente fino nas polícias Militar e Civil e também nas Guardas Civis dosmunicípios (instituição que assume, cada vez mais, importância no combate ao crime), pois, enquanto houver frutos podres nesses segmentos, o Crime Organizado poderá ter aí importantíssimos e até imprescindíveis aliados. A lei há de punir, firmemente, quem entra na PM, na PC ou na GCM e se bandeia para a marginalidade. São piores que os cidadãos comuns a optarem – o crime tornou-se uma opção rentável de vida – pelo banditismo.

Usar do serviço de inteligência e de rondas ostensivas. O Crime Organizado só cresce quando lhe falta enfrentamento direto que se dá – além das medidas já elencadas – por um serviço de inteligência moderno, eficiente, legal e também pela presença ostensiva de policiais e guardas civis municipais – ponto no qual os prefeitos muito podem ajudar – nas ruas. Tal presença auxilia na inibição do crime ou lhe dá resposta à altura após um fato delituoso (furto, roubo, sequestro etc.) ocorrido. Certo é que esses agentes precisam estar psicológica e tecnicamente habilitados, receber salário justo e reconhecimento (honras ou promoções) pelos bons trabalhos realizados.

Fazer amplas campanha de esclarecimento à população. Nosso povo é, em sua larga maioria, bom, pacífico, ordeiro etc. Só não se manifesta porque está refém de um “Estado Paralelo” que o escraviza de modo impiedoso. Esclarecido, criará forças para apoiar os bons policiais e repelir os maus junto com os demais criminosos. Líderes religiosos católicos ainda não contaminados por (ou já desintoxicados de) ideologias esquerdistas – como a Teologia da Libertação de fundo marxista, censurada mais de uma vez pela Igreja –, poderão ajudar muito nessa campanha. Isso, óbvio, não é tudo (há de se investir em saúde, moradia, educação, saneamento básico etc.), mas, sem dúvida dará uma fortíssima estocada no poder do Crime Organizado. Com a graça de Deus!

Tags:
BrasilPolíticaViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
2
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
3
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
4
Oração católica para pedir chuva
Reportagem local
Existe oração católica para pedir chuva? Sim, e aqui vai ela
5
Gelsomino Del Guercio
Padre Pio tinha os estigmas, mas uma ferida secreta era mais dolo...
6
Padre Pio
Maria Paola Daud
3 orações a Padre Pio para pedir por uma causa urgente
7
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia