Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Curiosidades

Por que os católicos não comem carne às sextas-feiras na Quaresma

CHURRASCO

Shutterstock-trindade51

Philip Kosloski - publicado em 12/03/19

E por que o peixe está no cardápio

Você sabe que está em uma cidade católica quando, durante a Quaresma, os restaurantes anunciam apenas peixe no cardápio. Eu já vi até como grandes redes de fast-food colocam o peixe em destaque especialmente na Quarta-feira de Cinzas.

Mas por que a Igreja orienta os católicos a se absterem de carne às sextas-feiras (assim como na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira Santa), e dá o sinal positivo para se comer peixe?

Primeiro de tudo, devemos fazer a pergunta: “por que sexta-feira?”

Os povos católicos, desde tempos imemoriais, guardaram a sexta-feira para uma observância penitencial especial pela qual eles alegremente sofrem com Cristo para que um dia possam ser glorificados com Ele. Este é o coração da tradição da abstinência de carne às sextas-feiras, tradição que tem sido observada na Santa Igreja Católica.

Uma vez que se acredita que Jesus Cristo sofreu e morreu na cruz numa sexta-feira, os cristãos, desde o início, dedicaram esse dia para unir seu sofrimento a Jesus. Isso levou a Igreja a reconhecer todas as sextas-feiras como uma “Sexta-feira Santa”, onde os cristãos podem lembrar a paixão de Cristo, oferecendo um tipo específico de penitência.

Na história da Igreja, a carne sempre foi apontada como um sacrifício digno, devido à sua associação com festas e celebrações.

Na maioria das culturas antigas, a carne era considerada uma iguaria e o “bezerro engordado” não era abatido a menos que houvesse algo para comemorar. Como as sextas-feiras passaram a ser consideradas um dia de penitência e mortificação, comer carne nesse dia para “celebrar” algo não parecia certo.

Mas por que o peixe não é considerado “carne”?

As leis da Igreja classificam a abstinência de “animais terrestres”.

As leis de abstinência consideram que a carne vem apenas de animais como galinhas, vacas, ovelhas ou porcos – todos eles vivem em terra. As aves também são consideradas carne. Peixes, por outro lado, não estão nessa mesma classificação.

Os peixes são uma categoria diferente de animal. Sal e espécies de peixes de água doce, anfíbios, répteis (animais de sangue frio) e mariscos são permitidos.

Em latim, a palavra usada para descrever que tipo de “carne” não é permitida às sextas-feiras é carnis, e se refere especificamente a “carne animal”, nunca incluindo peixe como parte da definição. Além disso, o peixe nessas culturas não era considerado uma refeição “comemorativa”.

Nossa cultura atual é muito diferente, já que a carne em muitos países pode ser considerada a opção mais barata do cardápio e não tem mais a conexão cultural com as celebrações. É por isso que muitas pessoas estão confusas sobre os regulamentos, especialmente aquelas que apreciam muito comer peixe e não consideram uma penitência ficar sem carne.

A intenção da Igreja é encorajar os fiéis a oferecer um sacrifício a Deus que venha do coração e una o sofrimento de alguém ao de Cristo na cruz.

A carne é considerada a penitência básica, mas o sentido da regra deve ser sempre recordado. Por exemplo, não dá necessariamente a uma pessoa a licença para comer um jantar de lagosta toda sexta-feira na Quaresma. O ponto principal é fazer um sacrifício que atraia uma pessoa para mais perto de Cristo, que por amor a nós fez o sacrifício supremo.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
JejumPenitênciaQuaresma
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia