Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quem pode se tornar um exorcista?

RITE OF EXORCISM
Andrea Cristanta | Shutterstock
Compartilhar

Quais são as qualificações? Um leigo pode treinar para chegar a ser um exorcista?

Como os pedidos por exorcistas têm aumentado constantemente na última década, a Igreja se viu diante da necessidade de formar mais sacerdotes para esse ministério especializado. De fato, de acordo com alguns relatórios, o número de exorcistas nos EUA aumentou de 12 para 50 nos últimos anos.

Requisitos

A Igreja Católica não permite que qualquer um se torne exorcista. De fato, há um conjunto específico de qualificações que devem ser cumpridas antes de se admitir alguém neste ministério desafiador.

O primeiro requisito é o sacerdócio. Mas, mesmo assim, de acordo com o Rituale Romanum, somente certos sacerdotes podem se tornar exorcistas.

Um padre – aquele que é expressamente e particularmente autorizado pelo Ordinário -, quando pretende realizar um exorcismo sobre pessoas atormentadas pelo diabo, deve ser devidamente distinguido por sua piedade, prudência e integridade de vida. Ele deve cumprir este empreendimento devoto em toda constância e humildade, mantendo-se absolutamente imune a qualquer tentação de engrandecimento humano, e confiando, não no seu próprio, mas no poder divino. Além disso, ele deve ser de idade madura e reverenciado não só por seu cargo, mas por suas qualidades morais.

Além disso, “para exercer o seu ministério com razão, ele deve recorrer a muito estudo sobre o assunto, examinando autores aprovados e casos da experiência”.

Este estudo deve incluir uma compreensão completa da psicologia, além da capacidade de discernir a diferença entre questões médicas e ataques espirituais.

[O exorcista] não deve crer tão prontamente que uma pessoa está possuída por um espírito maligno; mas ele deve averiguar os sinais pelos quais uma pessoa possuída pode ser distinguida de alguém que está sofrendo de alguma doença, especialmente de natureza psicológica.

Em outras palavras, os sacerdotes que se tornam exorcistas são homens santos que não buscam esse ministério para obter poder ou ganho pessoal, mas são chamados por Deus para essa tarefa. Demora muitos anos de estudo cuidadoso antes que um sacerdote esteja devidamente preparado para tal empreendimento e o ministério não seja negligenciado.

Em nenhuma circunstância é permitido a um leigo tornar-se um exorcista, embora os leigos possam “ajudar” um exorcista em ocasiões especiais. Regras semelhantes aplicam-se a esses assistentes – eles devem ter uma vida de oração devota unida aos sacramentos. Eles precisam estar adequadamente preparados para tal experiência, já que uma pessoa apegada ao pecado poderia prejudicar seriamente o processo de exorcismo.

O diabo vai tentar com todas as suas forças para promover sua influência durante um exorcismo, e assim qualquer um envolvido com a expulsão de um demônio deve confiar inteiramente no poder de Deus para protegê-los.

É uma vocação espiritualmente perigosa, que exige muita santidade e humildade.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.