Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Novo site oferece imagens em detalhes do Santo Sudário

Compartilhar

ShroudPhotos.com reúne imagens científicas impressionantes

Um objeto venerado da história cristã tem estado envolvido em mistério há séculos; mas um novo site foi lançado na esperança de que mais pessoas em todo o mundo, incluindo pesquisadores, possam obter melhores informações sobre ele.

Esse objeto é o Santo Sudário, considerado por muitos como a mortalha de Jesus Cristo. Abrigado na Catedral de Turim desde o século XVI, o Sudário tem sido objeto de fascínio ao longo dos séculos, e também objeto de controvérsias.

Em 1978, o fotógrafo científico Vernon Miller fazia parte do Projeto de Pesquisa do Sudário de Turim, e passou mais de 100 horas realizando testes no Sudário. Suas fotos foram digitalizadas e disponibilizadas no ShroudPhotos. Visualizadas online, elas podem ser ampliadas para se ver os detalhes mais refinados, como, por exemplo, para examinar a trama do tecido.

Catholic News Agency relatou que de 1977 a 1981, uma equipe de físicos, químicos, historiadores e engenheiros de universidades e laboratórios do governo dos EUA realizou o Projeto de Pesquisa do Sudário de Turim, que concluiu que “a imagem do Sudário é a de uma forma humana real de um homem açoitado e crucificado. Não é o produto de um artista. As manchas de sangue são compostas de hemoglobina e também fornecem um teste positivo para albumina sérica. A imagem é um mistério permanente e, até que mais estudos químicos sejam feitos, talvez por esse grupo de cientistas, ou talvez por alguns cientistas no futuro, o problema permanece sem solução”.

O relatório final do projeto acrescentou que “não foram encontrados pigmentos, tintas, corantes ou manchas” nas fibras do Sudário, acrescentando que “está claro que houve um contato direto do Sudário com um corpo, o que explica certas características como cicatrizes, bem como sangue. No entanto, embora esse tipo de contato possa explicar algumas das características do tronco, é totalmente incapaz de explicar a imagem do rosto com a alta resolução que foi amplamente demonstrada pela fotografia”.

“O consenso científico é que a imagem foi produzida por algo que resultou em oxidação, desidratação e conjugação da estrutura polissacarídica das fibras do próprio linho. Tais mudanças podem ser replicadas em laboratório por certos processos químicos e físicos. Um tipo semelhante de mudança no linho pode ser obtido por ácido sulfúrico ou calor. No entanto, não há métodos químicos ou físicos conhecidos que possam explicar a totalidade da imagem, nem qualquer combinação de circunstâncias físicas, químicas, biológicas ou médicas pode explicar a imagem adequadamente”.

O site oferece um rápido tour por 21 fotos de Miller, acompanhadas de informações descritivas básicas para ajudar aqueles que não estão familiarizados com o Sudário a entender melhor as marcas de sangue e a imagem do tecido. Um tour detalhado classifica as fotos por cor, tamanho e conteúdo da imagem.

“A imagem surpreendente do Homem do Sudário nos diz muito mais do que está escrito aqui; a própria imagem expressa sua história visual única”, afirmam os criadores do site e os pesquisadores de longa data do Sudário, Tom D’Muhala e Gilbert R. Lavoie, MD. “Mesmo depois de 40 anos (1978-2018) de pesquisa científica, as fotografias ainda atraem nossas mentes para buscar entender mais.”

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.