Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Vítima de ataque em escola do Colorado estava para ser Cavaleiro de Colombo

Kendrick Castillo (Photo courtesy of Maria Castillo via Instagram)
Compartilhar

Quando o tiroteio na escola eclodiu, Kendrick Castillo entrou em ação sem pensar em si mesmo

Os alunos mais velhos da escola Highlands Ranch STEM estavam a apenas três dias da formatura, quando dois atiradores entraram na escola e abriram fogo. Enquanto estudantes aterrorizados procuravam abrigo, Kendrick Castillo agiu, acabando por sacrificar sua própria vida para deter o atirador.

A ABC News relata que o jovem de 18 anos reagiu ao tiroteio imediatamente e conseguiu jogar o atirador contra a parede, antes de ser morto a tiros. A bravura de Castillo inspirou outros dois estudantes a agir, e juntos eles conseguiram desarmar e subjugar o atirador antes que mais gente fosse morta.

Um dos dois que correram para ajudar Castillo foi Brendan Bialy, um recruta da Marinha dos EUA. Bialy, que saiu ileso, descreveu Castillo e sua coragem.

Basicamente, quando ele se movia, não havia como pará-lo”, disse Bialy à Fox News, antes de acrescentar: “Eu amo esse menino. Ele morreu como um soldado. Sei que estará comigo pelo resto da minha vida”.

John Castillo, pai de Kendrick, disse ao Denver Post:

Ele se importava o suficiente com as pessoas para que fizesse algo assim, mesmo que seja contra o meu melhor julgamento.


Eu gostaria que ele tivesse fugido e se escondido, mas esse não é o seu caráter. Seu estilo é proteger as pessoas, ajudar as pessoas.

“Ele era o melhor garoto do mundo”, acrescentou seu pai em lágrimas.

Kendrick teria um futuro brilhante pela frente. Ele era aficcionado por robótica, pesca, caça e automóveis. Seu melhor amigo, Nui Giasolli, disse que seus pais são ambos Cavaleiros de Colombo e Kendrick sempre acompanhava seu pai nas atividades da organização. Depois que o ensino médio terminasse, era intenção de Kendrick se juntar aos Cavaleiros como membro formal.

Cece Bedard, que conhecia Castillo desde o ensino fundamental, disse que ele era especialmente bom no voluntariado com os idosos.

“Não tenho dúvidas de que ele teria feito todo o possível para ajudar quem quer que fosse.”

Seus amigos se lembram de Kendrick como um garoto divertido. Bedard o descreveu como um menino de personalidade marcante, que não era influenciado pela pressão dos colegas ou pelas opiniões dos outros.

O atirador que Kendrick ajudou a imobilizar estava acompanhado por um segundo atirador, que foi detido por um membro da equipe de segurança. O promotor George Brauchler indicou que os dois atiradores devem ser julgados como adultos.

O tiroteio aconteceu apenas duas semanas depois que a cidade vizinha de Littleton recordou o aniversário do tiroteio em Columbine, que custou a vida de 13 pessoas. As duas escolas ficam separadas por cerca de 10 quilômetros na cidade de Denver.

Na quinta-feira de manhã, o arcebispo Samuel J. Aquila fez um post no Facebook em que ele elogiou as ações de Kendrick e disse que iria oferecer uma missa em seu nome.

https://www.facebook.com/ArchbishopSamuelAquila/posts/10157267317714721

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.