Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 23 Novembro |
Santo Anfilóquio
home iconEspiritualidade
line break icon

Paradoxo da Ascensão: por que precisávamos que Jesus fosse embora e por que Ele precisava ficar

UWIELBIENIE

Jantanee Runpranomkorn | Shutterstock

Tom Hoopes - publicado em 30/05/19

Quase tudo o que sabemos sobre Deus, encarnado em Jesus Cristo, é paradoxal

Seja a Ascensão celebrada no domingo ou na quinta-feira (como acontece em alguns locais), as leituras deste domingo têm uma aplicação direta na vida real.

Elas nos lembram que nossa vida cristã tem duas dimensões: a parte em que estamos na presença real de Jesus Cristo, na Igreja, e a parte em que estamos apenas nós.

Jesus ensina essa lição da maneira mais dramática que se possa imaginar.

Nas leituras da Ascensão, Jesus diz aos Apóstolos: sereis minhas testemunhas em Jerusalém, por toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra. Então “foi levantado e uma nuvem o tirou de seus olhos.

É, na verdade, uma situação similar à que os jovens se encontram quando seus pais os ajudam a se mudar para o primeiro apartamento e depois vão embora.

Em ambos os casos, nosso primeiro instinto é olhar para o teto e dizer: “E agora?”

Foi isso que os apóstolos fizeram, até que uma voz os levou de volta à realidade.

Homens da Galileia, por que ficam aí olhando para o céu?, perguntam dois anjos que aparecem em cena. Este Jesus, que foi levado para o céu, retornará da mesma forma como vocês o viram entrar no céu.

Isso torna a tarefa muito mais aceitável para os apóstolos. Eles têm de testemunhar até os confins da terra por conta própria, mas Ele retornará.

Não vou deixá-los órfãos, diz Jesus no Evangelho, eu voltarei e seus corações se regozijarão.

Jesus não apenas voltará, mas fará algo que nenhum ser humano pode fazer.

A coisa que temos de lembrar sobre Deus é que ele é Deus. Ele é eterno e onipresente; estamos limitados pelo tempo e espaço. Isso significa que quase tudo o que sabemos sobre Deus, encarnado em Jesus Cristo, é paradoxal: Ele é o Deus Todo-Poderoso e uma pessoa; a fonte de toda a vida e a morte em uma cruz.

Ele tem de agir de maneira paradoxal para que nossa compreensão limitada possa sondar sua enorme magnitude. Nós, seres humanos, nunca assumiríamos a responsabilidade se Ele ficasse por perto, então Ele sai. Mas nós, seres humanos, nunca teríamos sucesso sem Ele, então Ele fica.

Como? Antes de ascender, Jesus deu aos apóstolos a sua presença real na Eucaristia e disse-lhes que esperassem “a promessa do Pai” que “dentro de poucos dias, sereis batizados com o Espírito Santo”.

Isso significa que temos toda a Trindade aqui conosco: a promessa do Pai, o Espírito Santo, e o próprio Jesus Cristo, que o Salmo e a Segunda Leitura nos asseguram, “se assentam em seu trono sagrado” com “todas as coisas sob seus pés.”

Deus está conosco; Deus está oculto. Nós somos impotentes; Seu poder conosco é total. Este é sempre o estilo de ensino de Deus, desde a beleza que Ele pintou no céu noturno até o ordenamento que Ele escreveu no universo.

As últimas palavras da leitura do Evangelho revelam a chave de como esse sistema funciona.

As últimas palavras do Evangelho da Ascensão são também as últimas palavras de todo o Evangelho de Lucas: eles o homenagearam e depois voltaram a Jerusalém com grande alegria, e eles estavam continuamente no templo louvando a Deus.

Assim, o Evangelho de Lucas termina onde começou: No Templo. Lá em Lucas 1, a primeira cena que Lucas compartilha é Zacarias no Templo, ouvindo a promessa de Deus de que sua salvação está a caminho. Zacarias duvida disso.

Aqui, os apóstolos ouvem a promessa de Deus e acreditam.

Para eles, o Templo é o lugar onde eles recebem a graça do alto para levar Jesus ao resto do mundo.

Para nós, a Igreja é o lugar onde nós permanecemos com Deus e reunimos as graças de que precisamos para levar nossa fé ao resto de nossas vidas.

Nós vivenciamos a presença real de Jesus em nossas igrejas para que possamos enfrentar a ausência real de Jesus no mundo exterior.

Sereis minhas testemunhas em Jerusalém, por toda a Judeia e Samaria e até os confins da terra, diz Jesus aos apóstolos.

Vocês serão minhas testemunhas em seus lares, em sua vizinhança e em seu local de trabalho – até nos confins da terra, Ele nos diz.

Depende de nós. Com Ele.

Tags:
EspiritualidadeJesusPentecostesvida crista
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
ŚWIĘTA TERESA WIELKA
Philip Kosloski
Oração de Santa Teresa de Ávila para acalmar ...
IOTA
Lucía Chamat
Imagem da Virgem resiste a furacão que devast...
EL TOCUY
Aleteia Brasil
Pe. Gabriel Vila Verde: há muita diferença en...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Atenção: versão falsa e satânica da Medalha M...
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vez...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia