Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconReligião
line break icon

Burkina Faso: Igreja aconselha cristãos a adotarem medidas de segurança

ISSOUF SANOGO / AFP

Fundação AIS - publicado em 06/06/19

No dia 12 de Maio, na cidade de Dablo, um ataque armado a uma igreja causou seis mortos, entre os quais o Padre Simeon Yampa

A Igreja Católica no Burkina Faso está a aconselhar sacerdotes, religiosas e fiéis a adoptaram medidas cautelares de segurança face à onda de violência e de atentados que se tem vindo a verificar no país contra comunidades cristãs.

No dia 12 de Maio, na cidade de Dablo, um ataque armado a uma igreja causou seis mortos, entre os quais o Padre Simeon Yampa. No dia 13 de Maio, quatro pessoas foram mortas a tiro quando participavam numa procissão na paróquia de Notre-Dame du Lac em Singa, na província de Bam.

No domingo, 26 de Maio, outra igreja voltou a estar na mira de grupos jihadistas. Desta vez, o alvo foi a Paróquia de Notre de Toute Joie  de Titao. O ataque, por “homens fortemente armados” durante a missa dominical, causou a morte de um catequista e outros três fiéis. Estes ataques têm revelado uma violência inusitada que está a alarmar a comunidade cristã.

O responsável da Diocese de Ouahigouya, no nordeste de Burkina Faso, contou à Fundação AIS pormenores do ataque à procissão na paróquia de Notre-Dame du Lac.

Ao partirem em procissão para homenagear a Santíssima Virgem, os fiéis foram atacados e quatro pessoas foram sequestradas”, explicou D. Justin Kientega. “As pessoas achavam que iam ser mantidas em cativeiro, mas, ao invés disso, as executaram sem piedade”, acrescentou o prelado.

A violência usada pelos terroristas e a sucessão de atentados está a alarmar a comunidade cristã e levou mesmo a Diocese de Ouahigouya a pedir aos fiéis a adopção de medidas elementares de segurança.

Entre essas medidas, pede-se aos sacerdotes e irmãs para evitarem o uso de roupas que os identificam claramente como religiosos assim como para tentarem viajar apenas em horários de muito tráfego – e nunca à noite – e para evitarem percursos semelhantes em deslocações de rotina.

As medidas de segurança também aos edifícios paroquiais, igrejas e capelas, aconselhadas aos fiéis na Diocese de Ouahigouya, estão a ser seguidas um pouco por todo o Burkina Faso onde, especialmente no norte do país as comunidades católicas são muito dispersas e onde a maioria da população é muçulmana ou animista.

D. Kientenga concluiu a mensagem enviada à Fundação AIS om uma oração pela paz, pedido a Deus “o descanso eterno” às vítimas dos atentados no Burkina Faso que o prelado referiu como sendo “os nossos mártires”. E acrescentou: “que o sangue que eles derramarem seja uma fonte de paz e fecundidade espiritual”.

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Tags:
Perseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia