Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Pe. Gabriel Vila Verde defende Nossa Senhora após provocação de cantor gospel

Captura de Tela YouTube / CC
Compartilhar

Desnecessário e lamentável episódio de provocação aos católicos chamou atenção na edição de ontem do evento protestante "Marcha para Jesus"

Um desnecessário e lamentável episódio de provocação aos católicos chamou atenção na edição 2019 do evento protestante “Marcha para Jesus“, implantado no Brasil pela organização neopentecostal Renascer em Cristo, fundada pelo casal de empresários Estevam Hernandes e Sônia Hernandes, que se apresentam respectivamente como apóstolo e bispa. O evento tem sido realizado no mesmo dia em que os católicos celebram o Corpus Christi.

A provocação em questão foi feita pelo cantor gospel Fernandinho, que bradou para o público evangélico em São Paulo:

“O Brasil não tem uma senhora! O Brasil tem um senhor e o nome dele é Jesus!”

O momento foi registrado em vídeo compartilhado pelo jornalista Vanderlúcio Souza, do blog católico Ancoradouro, em seu canal no YouTube:

__

Reações católicas

Diante da clara referência à devoção da maioria dos brasileiros à Mãe de Jesus, venerada como Nossa Senhora Aparecida, católicos de todo o país se manifestaram pedindo respeito não apenas à sua fé, mas, principalmente, ao próprio Jesus, que, pessoalmente, confiou aos Seus seguidores os cuidados de Sua mãe ao pé da cruz, quando disse ao apóstolo São João “Eis a tua mãe” e à própria Maria, em relação a João e a todos os seus discípulos, “Eis o teu filho“.

Uma das reações mais endossadas pelos católicos nas redes sociais foi a do pe. Gabriel Vila Verde, sacerdote brasileiro reconhecido no ambiente digital pela firme defesa da fé católica.

O pe. Gabriel escreveu no Facebook:

Um breve comentário a respeito da “Marcha para Jesus” 2019.

Ela passaria despercebida, se um certo cantor de nome “Fernandinho” não abrisse a boca para dizer o que disse. Em um país de maioria cristã, gritou para o público que o Brasil não tem uma senhora, referindo-se à Nossa Senhora, Mãe de Jesus.

Em primeiro lugar, ele deveria saber que o feriado de Corpus Christi só existe por causa da Igreja Católica. Sem ela, esta marcha seria num dia comum. Eles se aproveitam de um feriado católico, para atingir os católicos. Nada mais incoerente.

O Sr Fernando deveria entender, que esta “Senhora” dos Católicos, foi a primeira a marchar com Jesus, e não foi em cima do palco nem de um trio elétrico. Foi com Ele no ventre, no útero. Se hoje este cantor consegue vender seus discos falando de Jesus, é porque aquela Senhora, quando jovem, renunciou aos seus próprios planos e se abandonou aos planos de Deus.

Nesta Marcha, eles não quiseram a presença da Senhora. Mas não só ela ficou ausente. Houve também a ausência do respeito, da teologia, da coerência, da humildade, e de tantas outras coisas que, por ventura, deveriam ser convidadas.

Por fim, eu me pergunto: quem é esse cantor? Um pecador qualquer como qualquer pecador. Quem é Maria? A escolhida por Deus para ser mãe do Salvador. Coloquem na balança e vejam quem pesa mais!

Pe. Gabriel Vila Verde.

Direito a defender a própria fé

Cerca de duas horas depois de publicar este comentário, o sacerdote acrescentou na mesma rede social:

Gostaria de pedir, educadamente, respeitosamente, pacientemente, que ninguém, absolutamente NINGUÉM, venha me pedir silêncio quando se trata de uma ofensa a Fé Católica. Não se trata de discursos. Trata-se de amor, paixão, entrega. A Igreja é minha Mãe, e na minha Mãe ninguém bate. Se você não se sente ofendido (a), sinto muito, mas eu sim. Por isso, não me venha com discursos de paz e amor. Espero não precisar desenhar o que acabo de dizer!

Reparação

O pe. Gabriel também anunciou que, ao meio-dia desta sexta-feira, rezaria ao vivo o Ofício da Imaculada Conceição em reparação das ofensas ao Coração de Maria, convidando os fiéis católicos a rezarem juntos por essa mesma intenção.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.