Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconCuriosidades
line break icon

Um celular esculpido na parede desta catedral? Por quê?

CALAHORRA

Matyas Rehak - Shutterstock

Adriana Bello - publicado em 03/07/19

Excentricidade desnecessária para alguns, atrativo turístico para outros…

Muitas igrejas no mundo têm figuras curiosas esculpidas em suas paredes: de astronauta a até o Darth Vader. Mas na Catedral de Calahorra, na Espanha, foi um celular que ganhou destaque na parede.

Claro que todas as figuras não foram colocadas nas igrejas por acaso. Todas têm uma razão.

O templo, com três naves, começou a ser construído em 1484 e foi erguido sobre o lugar de martírio dos patronos da cidade: Sao Emetério e São Celodônio. Como a construção levou mais de 200 anos, vários estilos podem ser apreciados em sua arquitetura: do barroco ao neoclássico.

Nos anos 1990, entretanto, a porta desta catedral precisava de uma restauração urgente, porque a pedra da parte de baixo já estava deteriorada pelo processo de arenização.

Para que a restauração, não foi planejado nada de extravagante e nenhuma empresa de telefonia foi a patrocinadora. Simplesmente quiseram criar em pedra talhada os motivos decorativos que estavam lá antes. No entanto, como o material era bastante similar ao original, a ideia era criar um “marca-data” para indicar aos visitantes e fiéis que se tratava de uma restauração.

“Foi uma ocorrência da pedreira”, diz Ángel Ortega, arquivista da catedral. “A explicação que deram foi que em Salamanca colocaram um astronauta com a mesma autoridade, por que não poderiam colocar um instrumento que utilizamos toda hora?”.

E foi assim que o telefone celular (um dos modelos mais populares e antigos da marca Nokia) foi esculpido na parede com o ano 1996.

CALAHORRA
Amajaiak - Blogspot

No entanto, há quem acredite que o restaurador quis colocar sua marca pessoal no trabalho, afetando a obra original. Alguns historiadores e defensores da arte asseguram que, por mais que o material se pareça – que é a justificativa mais utilizada – pode-se apreciar a diferença e não há necessidade de colocar um elemento estrambólico, principalmente quando se tenta justamente conservar algo histórico, não inovar.

Mas, para outros, essas figuras curiosas atraem as pessoas e são um atrativo turístico.

Tags:
ArteIgrejatecnologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia