Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

EUA aplica sanções por 'rede de corrupção' na Venezuela

VENEZUELA

José Cohén

Agências de Notícias - publicado em 28/07/19

Os envolvidos terão todos os seus ativos e bens bloqueados

Os Estados Unidos aplicaram sanções nesta quinta-feira contra enteados do presidente Nicolás Maduro, que integravam um grupo de 10 pessoas e 13 empresas acusado de orquestrar “uma rede de corrupção” em um programa de assistência alimentar do governo da Venezuela.

As medidas se somam à bateria de sanções que Washington já adotou – nos últimos dois anos – contra o governo de Maduro, cujo mandato considera ilegítimo.

“Enquanto os enteados de Maduro e outros delinquentes usam o programa de assistência alimentar para roubar centenas de milhões de dólares, muitos venezuelanos comem apenas uma ou duas vezes por dia, com poucas proteínas e vitaminas”, disse o secretário americano de Estado, Mike Pompeo.

O Departamento do Tesouro afirma que o empresário colombiano Alex Saab se aproveitou de contratos superfaturados ligados aos Comitês Locais de Abastecimento e Produção (CLAP), em um golpe que incluiu Walter, Yosser e Yoswal Gavidia Flores, filhos da primeira-dama, Cilia Flores, empresas de vários países e operações ilegais com ouro na Venezuela.

“Utilizam os alimentos como uma forma de controle social, para recompensar seus partidários políticos e punir os opositores”, denunciou o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin.

O governo da Venezuela criou em 2016 um programa de alimentos subsidiados para os pobres que Saab organizou.

“Com o conhecimento de Maduro, Saab obteve ganhos substanciais e importou apenas uma fração dos alimentos necessários para o programa CLAP”, destacou o Tesouro.

O CLAP tinha 16,3 milhões de beneficiários em 2018, segundo um estudo das principais universidades da Venezuela.

Os envolvidos terão todos os seus ativos e bens bloqueados que estejam direta ou indiretamente sob a jurisdição dos Estados Unidos, e não poderão participar de qualquer transação envolvendo indivíduos ou entidades americanas.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia