Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconEspiritualidade
line break icon

“Devocionário e novena de São Bento”

Youtube - Fair Use

Vanderlei de Lima - publicado em 04/08/19

“Pelo sinal da cruz, todo mal será derrotado”. Amém!

Eis o título do recém-lançado livro de autoria de Dom João Baptista Barbosa Neto, OSB, monge professo da Abadia de Nossa Senhora da Assunção de São Paulo.

Trata-se de uma obra de bolso (Ave-Maria, 2019, 104p.), mas apta a despertar grande interesse nos leitores sedentos de livros devocionais, em um tempo de grande ignorância religiosa, segundo o alerta do Papa Bento XVI há alguns anos (cf. Discurso do Papa Bento XVI no Encontro com os Bispos suíços, 07/11/2006).

Aliás, Bento escolheu esse nome em honra ao patriarca dos monges Ocidente e patrono da Europa, conforme escreve Dom João: “Em 1964, o Papa Paulo VI (1897-1978) proclamou São Bento como padroeiro da Europa. Sua Santidade, o Papa emérito Bento XVI, o tem como protetor e patrono. Daí a escolha de seu nome” (p. 16). A vida desse grande santo é tratada, de modo sintético, nas páginas 15-17 do livro ora apresentado.

Os títulos dos capítulos são também chamativos. O segundo, por exemplo, é “São Bento e sua poderosíssima medalha” (p. 19-21). Lê-se aí, além de uma oportuna explanação sobre os símbolos e dizeres contidos nesse sacramental da Igreja, um dado histórico interessante: “A medalha de São Bento foi aprovada oficialmente pela Santa Sé em 1742, por decreto do Papa Bento XIV (1675-1758), concedendo inicialmente ao abade do Mosteiro de Santa Margarida de Praga, Dom Bennon Löbl, e a seus monges a autorização para abençoar, exorcizar e distribuir tais medalhas. Na ocasião foi também autorizada a fórmula da benção da medalha” (p. 20-21). Hoje, todos os sacerdotes podem abençoá-la. Ainda: a medalha mais difundida hoje segue a de 1877, confeccionada para o jubileu de 1400 anos do nascimento de São Bento em 1800 (cf. p. 21). Quem a usa, em estado de graça, pode ganhar indulgência parcial (cf. p. 81).

Vêm a seguir, nas páginas 25-34, Orações a São Bento, de grande valor piedoso no dia a dia. Uma delas é contra o ataque de bichos peçonhentos e aparece à moda de jaculatória poética: “De todo bicho peçonhento, livrai-nos São Bento. Amém” (p. 26), outra é contra a inveja (cf. p. 28), ainda uma terceira pela família (cf. p. 30) etc. Dom João reúne também uma série de orações a santos e santas que seguiram a Regra de São Bento tais como São Mauro (também chamado de Santo Amaro) e São Plácido, São Bernardo de Claraval – doutor da Igreja que viveu e morreu na Ordem Cisterciense, nascida em 1098 na França –, Santa Escolástica, Santa Hildegard von Bingen entre tantos outros (cf. p. 35-43). O elenco termina com uma Ladainha beneditina (cf. p. 40-43).

As Preces pela intercessão de São Bento e sua Novena fundamentada na Sagrada Escritura e na Santa Regra ocupam as páginas 45 a 74. O autor do livro apresenta também, após a fórmula da benção da água (cf. p. 75), a Missa de São Bento, de 11 de julho, com as antífonas e orações, a benção solene e a indicação das leituras do dia (cf. p. 77-79).

A obra traz, por fim, explanações sobre: 1) a Lectio Divina e a síntese de como praticá-la (cf. p. 83-85); 2) o Canto gregoriano, que leva esse nome em honra ao Papa beneditino São Gregório Magno (540-604), primeiro biógrafo de São Bento, por ter ele, de certo modo, unificado o canto litúrgico de Norte a Sul, tornando-o, assim, o modo musical oficial da Igreja. Foi tal canto muito incentivado, no início do século XX, pelo Papa São Pio X (cf. p. 87-89); 3) o mosteiro de São Bento de São Paulo, fundado em 1598, que teve sua atual basílica, construída entre 1910 e 1912, mas consagrada em 1922, época em que foram instalados os sinos e o relógio (“o mais preciso de São Paulo”, p. 92). Ainda: o belo conjunto arquitetônico monástico abrigou também a primeira Faculdade de Filosofia da América Latina, em 1908. O livro conclui-se com uma lista – ainda que não exaustiva – de endereços de mosteiros brasileiros masculinos e femininos das Ordens Beneditina, Cisterciense e Trapista, todas seguidoras da Regra de São Bento.

Resta-nos parabenizar Dom João Baptista Barbosa Neto, OSB, pelo precioso trabalho e fazer votos de que seja ele um instrumento apto a inspirar maior piedade no Povo de Deus. Concluamos afirmando, de modo convicto, com o subtítulo do livro: “Pelo sinal da cruz, todo mal será derrotado”. Amém!

Tags:
Oração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia