Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O dia em que Santa Clara derrotou um exército inteiro

SAINT CLARE
Compartilhar

A fiel discípula de São Francisco de Assis usou uma arma secreta

Santa Clara, fiel discípula de São Francisco de Assis, possuía uma forte fé em Deus. Essa fé foi colocada à prova quando um exército de soldados estava causando estragos no vale de Spoleto e voltou seus olhos para Assis.

Fora dos muros de Assis fica o mosteiro de São Damião, onde Santa Clara e sua pequena comunidade de freiras viveram. Quando os soldados chegaram à cidade,  o primeiro obstáculo foi este mosteiro. Por isso, eles começaram a escalar as muralhas e a aterrorizar as religiosas inocentes.

Santa Clara estava em seu leito, doente. Porém, as irmãs ficaram profundamente assustadas e foram imediatamente até ela, em busca de conselho. A Enciclopédia Católica narra o que acontece a seguir:

“Clara, calmamente levantando-se de sua cama, doente, e tomando o cibório da pequena capela ao lado de sua cela, procedeu a enfrentar os invasores em uma janela aberta contra a qual já tinham colocado uma escada. É relatado que, quando ela ergueu o Santíssimo Sacramento, os soldados que estavam prestes a entrar no mosteiro caíram para trás como se estivessem deslumbrados, e os outros que estavam prontos para segui-los levantaram voo”.

Ela também se ajoelhou e fez uma curta oração a Deus, pedindo-lhe que protegesse as partes restantes da cidade. Em vez de tentar encontrar outro lugar para entrar na cidade, o exército recuou e nunca mais voltou.

Curiosamente, esta não foi a última vez que Santa Clara salvou a cidade. Mais tarde, um soldado liderou o exército imperial contra Assis, esperando reivindicá-lo por si mesmo. Quando Santa Clara ouviu que suas tropas estavam se aproximando da cidade, ela pediu à comunidade para parar tudo e orar a Deus por proteção.

Imediatamente o exército foi disperso. O líder do exército nunca voltou e a cidade de Assis permaneceu em paz.

A oração e a presença eucarística de Jesus eram as armas secretas de Santa Clara, capazes de afastar exércitos inteiros. Isso nos lembra que a verdadeira fé pode “mover montanhas” e até mesmo proteger uma cidade da guerra.

Leia também: O corpo incorrupto de Santa Clara e a sua beleza incrível

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.