Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Histórias Inspiradoras

O dia em que a Virgem Maria apareceu para uma menina no espelho

SAINT MARIA DE MATTIAS

Fraychero | CC BY-SA 4.0

Larry Peterson - publicado em 30/08/19

Este foi apenas o começo de uma vida entregue a Deus

Maria de Mattias nasceu e foi batizada em 4 de fevereiro de 1805, na pequena cidade de Vallecorsa, a cerca de 80 quilômetros ao sul de Roma. O pai dela, Giovanni de Mattias, era de uma família importante da região e era bem-sucedido.

Maria foi a segunda de quatro filhos. Sua irmã Vincenza era 11 anos mais velha que ela, então elas não tinham muito em comum socialmente. Seus dois irmãos, Antonio e Michele, eram muitos anos mais novos.

Durante esse período, a turbulência política era constante em Vallecorsa. Muitos dos jovens locais eram membros de gangues e estavam continuamente invadindo e intimidando os moradores. Líderes de gangues planejavam sequestros porque crianças de famílias com dinheiro geralmente rendiam valiosos resgates. Maria, sendo de uma família com dinheiro, era alvo dos sequestradoras. Ela não saia de casa, a menos que fosse acompanhada pelo pai.

Maria era bastante vaidosa e gostava de apreciar sua imagem no espelho enquanto escovava seus longos cabelos loiros. No entanto, tudo mudou quando ela se aproximava dos 16 anos. Um dia, enquanto se arrumava, viu uma senhora olhando para ela de “dentro” do espelho. Maria ficou bastante assustada, e então a senhora disse: “Venha comigo”.

Maria começou a conversar com a senhora e pediu sua ajuda. Ela queria aprender a ler. Seu pai achava que as meninas não precisavam saber ler ou escrever. A senhora disse-lhe para não se preocupar e que ela a ajudaria. Logo, Maria conseguiu pegar cartas e colocá-las em palavras e, em pouco tempo, a jovem estava lendo. Com a ajuda celestial de uma senhora extraordinária, ela havia aprendido a ler.

Ela continuou, e logo estava lendo livros espirituais que a família tinha em casa. A senhora revelou-se como a Mãe Santíssima e, durante várias outras conversas, Maria percebeu que deveria dedicar sua vida a Deus. A única coisa que faltava para ela era descobrir como.

Durante a estação quaresmal de 1822, Gaspar del Bufalo (o fundador dos Missionários do Sangue Precioso) chegou à cidade com sua equipe missionária para pregar. A missão continuou por três semanas, e os missionários pregaram sobre morte, julgamento, punição, inferno, amor,  misericórdia e perdão de Deus.

Maria ouviu Gaspar pedir a seus ouvintes que imitassem Jesus, dando a vida pelos irmãos e irmãs que precisavam.

Quando a missão terminou, Maria de Mattias estava cheia de amor pelo próximo e  determinada a trazer conversão e salvação àqueles que Cristo amava.

Gaspar del Bufalo tinha um braço direito chamado John Merlini. Dois anos depois, Merlini foi a Vallecorsa para pregar a missão. Merlini e seus seguidores estavam ocupados, reunindo associações para meninas, mulheres, meninos, homens e padres. Maria sentiu-se atraída por esse homem, mas teve medo de se aproximar dele.

Finalmente, ela o fez, e eles se tornaram bons amigos. Merlini a colocou no comando das Filhas de Maria, a associação das meninas. Maria assumiu o comando, e mais e mais meninas começaram a vir à sua casa para conversar, estudar e rezar. Em pouco tempo, mulheres mais velhas estavam chegando à casa. A casa de Mattias havia se transformado em uma escola para jovens e idosos.

Em 4 de março de 1834, aos 29 anos, sob a orientação e ajuda de John Merlini, Maria fundou as Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo. A ordem foi estabelecida principalmente para ser uma ordem de ensino. Maria fez um voto público de castidade e John Merlini deu a ela um pequeno coração de ouro impresso com três gotas de sangue. Isso se tornou o símbolo da ordem, e até hoje um coração de prata com três pontos vermelhos é usado pelas irmãs em todo o mundo. O papa Pio IX deu a aprovação papal à Ordem em 1855, e John Merlini se tornou o diretor espiritual de Maria.

Hoje, mais de 2.000 irmãs continuam o trabalho de sua fundadora em países de todo o mundo, incluindo Brasil, Vietnã, Coréia do Sul, Estados Unidos, Bolívia, Guatemala e até Libéria, onde cinco das irmãs foram martirizadas em 1992.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
MariaNossa Senhora
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia