Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

RDC: Ebola e ameaça terrorista agravam crise humanitária

CONGO PROTEST

© AP Photo - John Bompengo

Fundação AIS - publicado em 15/09/19

A notícia de que o número total de mortes supera os 2 mil, em mais de 3 mil casos de infecções, deve ser um grito de alarme

Com mais de duas mil vítimas mortais desde Agosto do ano passado, o surto de Ébola que está a atingir a República Democrática do Congo é um sinal inquietante da situação de enorme crise humanitária que se vive neste país, especialmente na região do Kivu Norte.

António Guterres, secretário-geral da ONU fez questão de visitar este país na semana passada mostrando a sua solidariedade perante o povo e as autoridades do país.

A actual epidemia de Ébola está a revelar-se das mais graves que já atingiram o continente africano, sendo que o surto mais grave ocorreu em Dezembro de 2013 na Guiné, Serra Leoa e Libéria, com cerca de 30 mil casos registados e mais de 11 mil mortos.

Ainda na semana passada o Vatican News dava eco das preocupações de Edouard Beigbeder, representante da UNICEF no país. Segundo este responsável, “quase 600 crianças perderam a vida devido à epidemia do Ébola” desde Agosto de 2018.

“A notícia de que o número total de mortes supera os 2 mil, em mais de 3 mil casos de infecções, deve ser um grito de alarme para todos nós intensificarmos nossos esforços para derrotar esta terrível doença e acabar com esta epidemia”, acrescentou ainda Beigbeder.

Além da grave questão sanitária, a República Democrática do Congo está a braços também com sérios problemas de segurança.

António Guterres sublinhou-o também na sua visita a este país. “Trata-se de uma visita de solidariedade com o povo congolês e com as forças armadas da República Democrática do Congo na luta contra o terrorismo, que é uma ameaça para África e para o mundo inteiro”, explicou o secretário-geral da ONU.

Guterres disse ainda que as Nações Unidas apoiam as forças congolesas no combate aos grupos armados e na “pronta resposta” às necessidades de segurança na região. “Espero que a minha presença aqui reafirme o meu apoio total à Missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo, na luta contra os grupos armados que espalham medo e morte.”

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia