Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Proteger os oceanos: intenção especial de oração do Papa

Compartilhar

Yann Arthus-Bertrand e Michael Pitiot dirigem “O Vídeo do Papa” de setembro

Como em todos os meses, o Papa Francisco presenta “O Vídeo do Papa”, uma iniciativa oficial de alcance global com o objetivo de divulgar suas intenções de oração pelos desafios da humanidade e a missão da Igreja. Esta iniciativa é realizada pela Rede Mundial de Oração do Papa (que inclui o Movimento Eucarístico Jovem), um serviço aprovado pela Santa Sé há 175 anos, como Apostolado da Oração.

A  novidade neste vídeo de setembro, que se concentra na preocupação do Santo Padre com os mares e oceanos, é que a produção foi co-dirigida por Yann Arthus-Bertrand e Michael Pitiot, da Hope Production, junto com La Machi Comunicação para Boas Causas e Vatican Media. O diretor e fotógrafo francês tem uma longa carreira ligada ao ativismo ambiental. Sua especialização em fotografia aérea – 500.000 imagens tiradas em mais de 100 países, graças ao trabalho de mais de 100 fotógrafos – renderam-lhe reconhecimento mundial. Hoje, ele une sua vocação de captar em imagens a beleza da Terra e os desafios que o planeta enfrenta, à intenção mensal que o Santo Padre dirige a todos os católicos e a todos que desejam um mundo melhor – para rezar e agir diante dos desafios que a humanidade enfrenta.

O Vídeo do Papa deste mês fala sobre o grave desafio de proteger os oceanos. De fato, o fitoplâncton marinho é responsável pela produção de mais da metade do oxigênio do planeta, então podemos dizer que os oceanos são um dos pulmões do mundo. O Papa está preocupado porque “os oceanos contêm a maior parte do suprimento de água do nosso planeta e também a maior parte da imensa variedade de seres vivos”. 

Yann Athus-Bertrand une-se a Francisco nesse alerta e na urgência de se tomar medidas para proteger os oceanos. Em 2009, como “Embaixador da Boa Vontade” para o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), ele dirigiu neste mesmo ano seu primeiro longa-metragem (Home), sobre o estado atual do nosso planeta. O filme foi visto por quase 600 milhões de pessoas. Em 2012, dirigiu Planet Ocean com Michael Pitiot, um documentário de 90 minutos que fala sobre o homem e os oceanos e mostra imagens extraordinárias dos mares. Pouco antes, Michael Pitiot produziu uma série de documentários sobre a missão de Tara Oceans, lançados em setembro de 2009, cujo objetivo era estudar o efeito do aquecimento global nos sistemas planctônicos e de corais.

Apresentado durante a Cúpula de 2012 no Rio de Janeiro (Rio+20), o Planet Ocean é um trabalho colaborativo que visa explicar alguns dos maiores mistérios naturais do planeta e destacar como é essencial para a humanidade aprender a viver em harmonia com nossos oceanos. Todo o trabalho de Bertrand testemunha seu desejo de despertar a consciência coletiva e sensibilizar o maior número possível de pessoas. Seus filmes, produzidos por sua empresa Hope Production, estão disponíveis gratuitamente para ONGs, associações e escolas como parte de seus programas de educação ambiental, por meio de sua Fundação GoodPlanet.

“Acho que a solução para salvar nosso planeta será espiritual”, comentou Yann Arthus-Bertrand. “Então, é uma grande honra unir-me ao Papa Francisco nesta convocação oficial e global de ação. Eu compartilho totalmente seus valores e a visão que ele descreveu na Laudato Si. Tenho muito orgulho de pensar e agir com ele sobre a questão vital da proteção do meio ambiente oceânico.”

“O Vídeo do Papa” sobre a proteção dos oceanos pede que os responsáveis por protegê-los se mobilizem e chama todos os católicos a rezar e lembrar que “nossa solidariedade com a ‘casa comum’ nasce da nossa fé”. Francisco enfatiza a importância da Criação, que “é um projeto de amor de Deus pela humanidade”.

O Vídeo do Papa só é possível por causa da contribuição espontânea de muitas pessoas. Neste link você pode fazer a sua doação. 

Onde você pode ver o video?

Sobre O Vídeo do Papa

O Vídeo do Papa é uma iniciativa oficial de alcance global que tem como objetivo difundir as intenções de oração mensais do Santo Padre. É desenvolvido pela Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração). O projeto conta com o apoio do Vatican Media. Mais informações em: https://www.thepopevideo.org/?lang=pt-br

Sobre a Rede Mundial de Oração do Papa 

A Rede Mundial de Oração do Papa é uma obra pontifícia cuja missão é mobilizar os católicos, pela oração e pela ação, face aos desafios da humanidade e da missão da Igreja. Estes desafios apresentam-se como intenções de oração confiadas pelo Papa a toda a Igreja. A sua missão insere-se na dinâmica do Coração de Jesus, uma missão de compaixão pelo mundo. Foi fundada em 1844 como Apostolado da Oração. Está presente em 98 países e dela fazem parte mais de 35 milhões de católicos. Inclui uma secção juvenil, o MEJ – Movimento Eucarístico Jovem. Em março de 2018, o Papa constituiu este serviço eclesial como obra pontifícia e aprovou os seus novos estatutos. O seu Diretor Internacional é o P. Frédéric Fornos, SJ. Mais informação em: https://www.popesprayer.va/pt-pt/

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.