Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEspiritualidade
line break icon

Como realmente devemos guardar os domingos e festas?

photopoems | Shutterstock

Padre Reginaldo Manzotti - publicado em 07/10/19

Uma reflexão sobre o Terceiro Mandamento da Lei de Deus

O terceiro mandamento da Lei de Deus – “Guardar os domingos e festas” –, de modo específico, nos lembra que o domingo é o dia do Senhor e a Ele deve ser dedicado.

O texto do Êxodo nos fala:

“Lembra-te de santificar o dia de sábado. Trabalharás durante seis dias e farás toda a tua obra. Mas no sétimo dia, que é um repouso em honra do Senhor, teu Deus não farás trabalho algum” (Ex 20, 8-10).

O dia do sábado, no Antigo Testamento, lembrava a libertação que o povo de Israel teve do Egito até a Terra Prometida. Porém, a nossa fé vem do Novo Testamento, quando recordamos a Páscoa de Jesus e a sua Ressurreição no domingo. Por isso, a Igreja, desde os apóstolos, guarda o domingo como o Dia do Senhor.

Jesus ressuscitou dentre os mortos no primeiro dia da semana (Mc 16, 2). Este primeiro dia, o da ressurreição de Cristo, lembra a primeira criação, enquanto o oitavo, que segue ao sábado, significa a nova criação, inaugurada em Cristo Jesus. Para os cristãos, o domingo se tornou o primeiro de todos os dias, de todas as festas: o Dia do Senhor. Dies Dominica – O domingo.

O Catecismo da Igreja Católica nos explica: guardar significa preservar para Deus. Guardar no sentido de não se ocupar com outras coisas que nos impeça de fazer o devido descanso, o repouso e, neste, se dedicar à oração (CIC 2185).

A Igreja diz: aos domingos e nos outros dias de festa e de preceito os fiéis têm obrigação de participar da Missa. Satisfaz o preceito dessa participação, quem aceita a Missa celebrada no rito católico no dia de festa, ou à tarde do dia anterior. Por isso, a liturgia do sábado à noite já é a do domingo (CIC 2180).

Continua o Catecismo:

“Por isso, os fiéis são obrigados a participar da Eucaristia nos dias de preceito. Só há motivos muito sérios que justifique, por exemplo: doença grave, cuidados com bebês, ou se forem dispensados pelo próprio pastor. Aqueles que deliberadamente faltam à obrigação da missa dominical cometem pecado grave” (CIC 2181).

O domingo deve ser dedicado a boas obras, evangelização, catequese, caridade, serviço aos doentes e aos idosos. É o dia de ir à Missa, de visitar os parentes, de descanso e de reflexão.

A Igreja pede isso, porque estamos entrando numa máquina de mercado e nos esquecemos que somos de carne e osso, não somos robôs. Não é um dia de ficar fazendo bico ou trabalhos extras. O ser humano precisa de descanso, precisa estar em equilíbrio.

O domingo é o dia de se dedicar à família, de reunirem-se todos juntos para as refeições. É o dia de conversa, bate-papo, risada. E isso está faltando nas famílias. Está faltando o pai contar “causos”; o filho perguntar. Está faltando um saber da vida do outro.

Infelizmente, existem pessoas que necessitam trabalhar aos domingos e às vezes não é por opção, então diz a Igreja: busque outro dia de repouso e oração. No entanto, a Igreja diz aos patrões, que eles têm a obrigação de facilitar aos empregados, ao menos para irem à missa.

Além do domingo, as festas e dias santos que todo católico é obrigado a participar da Santa Missa, são: Natal; Epifania (festa dos Reis Magos); Ascensão de Jesus; Corpus Christi; solenidade de Santa Maria Mãe de Deus; Festa da Imaculada Conceição; Assunção de Nossa Senhora; Dia de São José; São Pedro e São Paulo; e a Festa de todos os santos (CIC 2177).

Tags:
DescansoMandamentos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia